Archive for junho, 2010

Campanha de doação de Medula Óssea (todo o Brasil)

Neste dia 22/06 (terça-feira), haverá uma campanha para cadastramento de doadores de medula óssea na UFRJ/Fundão (biblioteca do CCS), das 9h às 16h.

São muito baixas as chances de pacientes necessitados de transplantes encontrarem doadores compatíveis, é fundamental aumentar o número de candidatos à doação.

Além desta campanha, o processo de cadastramento é regularmente realizado no Hemorio e no INCA:

Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti – HEMORIO
(SEGUNDA A SEXTA DE 8 ÀS 12 HORAS)
Rua Frei Caneca, 8 – Centro – Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2509-1290

Instituto Nacional de Câncer – INCA
(SEGUNDA A SEXTA de 7h30 às 14h30, SÁBADOS de 8 às 12 HORAS)
Praça da Cruz Vermelha, 23 – 2º andar – Centro – Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2506-6580

Para que não mora no Rio de Janeiro, o cadastramento pode ser feito nos Hemocentros dos estados. Há uma lista dos endereços na página do INCA: http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?ID=260

Anúncios

Leave a comment »

Acupuntura Estética obtém resutados impressionam.

Entrando no Fotolog da acupunturista Clarice Vaz, “Acupuntura Vila Madalena”, pode-se observar diversas fotos do antes e depois de tratamentos estéticos em andamento por meio da acupuntura.

Portal Verde recomenda a visita ao Fotolog de Clarice Vaz, acupunturista que tem se destacado atuando no centro de terapias da Cítara Saúde, em São Paulo.

http://www.fotolog.com.br/acupunturadavila/67455912

ACUPUNTURA VILA MADALENA
FOTO ACIMA: tratamento de rugas faciais, suavizadas com 4 sessões de acupuntura. A musculatura ao redor da boca foi tonificada, conferindo maior volume aos lábios e atenuando as linhas nasolabiais (“bigode chinês”).

AÇÃO: Estimula a musculatura e a corrente sanguínea dos tecidos, atenuando sinais de envelhecimento como flacidez, rugas e marcas de expressão. Com ação tonificante para a musculatura, atua na definição dos contornos da face, harmonizando e suavizando sem modificar a expressão por ser um tratamento natural.

DURAÇÃO: O tratamento completo varia entre 5 a 10 sessões de 2 horas, com freqüência de 1 aplicação semanal.

ACUPUNTURA: SAÚDE INTEGRAL E BEM- ESTAR!

ACUPUNTURA TRADICIONAL CHINESA
Técnica milenar que visa o equilíbrio e direcionamento das energias do corpo, tanto para prevenir quanto para tratar patologias diversas: dores, stress, ansiedade, transtornos pré-menstruais , alergias, distúrbios gástricos, respiratórios, neurológicos, etc. Atua no corpo físico e também nos aspectos emocionais.

ACUPUNTURA ESTÉTICA
Aplicação da acupuntura que possibilita tonificar a musculatura, melhorar o aspecto da pele, atenuar rugas faciais e reduzir gordura localizada, remodelando os contornos do corpo.

Tratamentos disponíveis:

– Rejuvenescimento Facial e Suavização de Rugas
– Redução de Celulite e “Culotes”
– Redução de Gordura Localizada Abdominal

TERAPIA FLORAL
Terapia vibracional que age no equilíbrio das emoções, auxiliando a transformação de emoções negativas em positivas. Promove bem-estar, equilíbrio e harmonia. Pode ser combinada com outros tratamentos.

Clarice Liguori Vaz

Acupuntura Tradicional Chinesa
Acupuntura Estética
Florais de Bach

R. Padre João Gonçalves, 129 – Vila Madalena – São Paulo

Tel: (11) 3814-0700
www.citarasaude.com.br
claricevaz@ajato.com.br

Leave a comment »

Novos locais e datas do Curso de Fitoterapia com Prof. Douglas Carrara

Curso de Introdução à Fitoterapia Brasileira

// <![CDATA[
Hide
/* This JavaScript is composed by Bart Van Hemelen.
* You can contact him at bvh10000@hotmail.com
* or via this website http://www.geocities.com/~tenthousand/ .
* If you like this code so much you want to use it on your website,
* you can — as long as you include this copyright notice.
*/
// Array of day names
var dayNames = new
Array('Domingo','Segunda-Feira','Terça-Feira','Quarta-Feira','Quinta-Feira','Sexta-Feira','Sábado');
// Array of month names
var monthNames = new Array('Janeiro','Fevereiro','Março','Abril','Maio','Junho','Julho','Agosto','Setembro','Outubro','Novembro','Dezembro');
today = new Date()
lastmod = new Date(document.lastModified)
diffdays = Math.ceil( (today.getTime()-lastmod.getTime())/(24*60*60*1000) -1)
var then = new Date(document.lastModified);
document.writeln('Esta página foi atualizada em ‘ + then.getDate() + ‘ de ‘ + monthNames[then.getMonth()] + ‘ de ‘ + then.getYear() + ‘, ‘ + dayNames[then.getDay()] + ‘.‘)
// Unhide
// ]]>

Público alvo: Profissionais e estudantes da área da saúde: médicos, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, biólogos, fisioterapeutas, terapeutas naturais ou estudantes.

Pre-requisitos: ensino médio.

Objetivo: Iniciação ao estudo da fitoterapia brasileira – Noções básicas.

Justificativa: Estimular o conhecimento científico de plantas brasileiras e produzir massa crítica sobre fitoterapia na área da saúde.

Avaliação da aprendizagem: aulas práticas. Excursões ao campo.

PROGRAMA DO CURSO

O Curso abrange noções gerais sobre Botânica Morfológica e Sistemática, Antropologia e Fitoterapia e pretende preparar os alunos para entenderem o universo da Medicina Popular no Brasil assim como promover uma introdução aos estudos de Fitoterapia.

1ª) Introdução. Resumo histórico da experiência médica popular no tratamento das doenças. Indígenas, Negros africanos e Europeus (portugueses, franceses, alemães, italianos, japoneses, espanhóis). A influência jesuíta. Etapas do processo de pesquisa de plantas medicinais. Disciplinas auxiliares. Técnicas de herborização e fitoterápicas. Instrumentos de trabalho. Técnicas de coleta de insumos para a produção de fitoterápicos.

2ª) Noções de antropologia. Reino Vegetal. A teoria evolucionista. Tabela cronológica da idade da terra e da vida. Introdução à Botânica Sistemática – Estudo geral sobre as principais divisões do reino vegetal. As principais famílias que possuem plantas medicinais.

3ª) Morfologia externa de vegetais superiores (angiospermas, monocotiledôneas e dicotiledôneas), com a análise das características de raízes, caule, folhas, flores, frutos e sementes.

4ª) Aula prática: Excursão ao campo.

5ª) Principais plantas medicinais usadas no Brasil. História terapêutica das plantas medicinais mais importantes.

6ª) Principais doenças tratadas pelos praticantes da medicina popular e pela fitoterapia. Bronquite. pneumonia, contusões, cálculo renal, câncer, dermatoses, etc.

7ª) Metodologia de pesquisa. Autores básicos. Processo de expropriação científica. Medicina indígena. História da fitoterapia no Brasil

8ª) Técnicas de cultivo de plantas medicinais. Produção de mudas. Comercialização. Produção de fitoterápicos. Exportação de plantas medicinais.

9ª) Princípios da alimentação natural. Nutrição adequada para prevenção do câncer. Anti-oxidantes vegetais. Radicais livres. Fito-hormônios. Substâncias tóxicas e cancerígenas.

10ª) Princípios da medicina popular. O pensamento mágico. Tradições hipocráticas e galênicas. Alopatia e Homeopatia. A fitoterapia no Brasil.

Ao final do curso, planeja-se uma excursão para a realização de uma aula prática no campo, com identificação de plantas e de praticantes da medicina popular.

O Prof. Douglas Carrara, autor do livro “POSSANGABA – O Pensamento Médico Popular”, é formado em Ciências Sociais, com especialização em Antropologia e estuda há vários anos a medicina popular e a fitoterapia no Brasil.

Duração: 32 horas/aula (aulas teóricas). (fim de semana) duas excursões ao campo (fim de semana)

1) No dia 10 de julho de 2010 (sábado), inicia-se uma nova turma na sede da Casa de Francisco de Assis, situada na Rua Alice, 308 – Laranjeiras – Rio de Janeiro. O curso será ministrado aos sábados, das 9:00 às 18:00 h., (com intervalo de 1 hora para o almoço). Além das aulas teóricas, aos sábados, teremos mais dois dias de aulas externas, práticas, em data a ser combinada com os alunos. As aulas téoricas seguintes estão programadas para os dias 17, 24 e 31 de julho de 2010.

2) Local: Universidade Gama Filho (Unidade Candelária): Praça Pio X (em frente ao Centro Cultural Banco do Brasil) Horário: Sábados – das 9:00 às 18:00 h. (com intervalo de uma hora para o almoço)

3) Local: SEARTE – Rua Barcelar da Silva Bezerra, 82 – Boa Vista – Maricá – RJ

Horário: Domingos – das 8:00 às 17:00 h. (com intervalo de 1 hora para o almoço)

Telefone: (21) 2634-2359 (Inscrições)

4) Local: Biblioteca Chico Mendes – Rua C, Lote 5, Quadra 12-B – Itapeba – Maricá (RJ)

Horário: Sábados/Domingos – das 8:00 às 17:00 h. (com intervalo de 1 hora para o almoço)

Telefone: (21) 2638-5160 (Pré-Inscrições)

Observação: Não esqueça de se inscrever para nos ajudar a planejar o curso, mesmo que o horário oferecido não seja adequado para o aluno.

Comments (2) »

Grupo de Estudos de Aromaterapia – Com Karina Araújo e Malu Lobo (Rio e Janeiro)

Cartaz Grupo de Estudo.jpg

Leave a comment »

Hortas Urbanas

https://i2.wp.com/www.cityfarmer.info/wp-content/uploads/2008/08/romita-urban-garden.jpg

Quarta-feira, Maio 12, 2010
AGRICULTURA URBANA

O sucesso das chamadas «hortas sociais» onde quer que tais experiências tenham sido realizadas, no Porto, em Gaia, na Maia e em outros concelhos, vem confirmar a razoabilidade da agricultura urbana e a sua necessidade. Claro que se trata de iniciativas limitadas e parcelares, que cumprem antes do mais o objectivo de oferecer, a moradores de bairros sociais, uma forma saudável e útil de preenchimento do seu tempo, em ambientes urbanos onde a natureza é uma ausência e os problemas sociais de isolamento se fazem sentir. Já não seria pouco. Mas outros «formatos» de hortas sociais provam, com igual sucesso, que a vontade de cultivar uma pequena parcela, como passatempo mas também como fonte de alimentos frescos, existe e manifesta-se em qualquer meio social. De resto os candidatos a «agricultores citadinos» ultrapassam em muito a disponibilidade de terrenos para o efeito.

A agricultura nunca abandonou totalmente as cidades, e concretamente a área urbana do Grande Porto. Em todo o caso, o que sobrou de uma expulsão metódica e vertiginosa é agora residual. Entendeu-se que campos lavrados, assim como bosques ou até rios correndo nos seus leitos de sempre, representavam como que vestígios da «atraso» e de «arcaísmo» pouco condizentes com as sucessivas ondas de «progresso» medidas em cubicagem de cimento e asfalto.
Ainda não há muitas décadas, o abastecimento de bens alimentares de primeira necessidade das áreas urbanas fazia-se em termos de relativa proximidade. Mesmo na cidade do Porto, boa parte dos legumes e frutas vendidos nos mercados eram colhidos a escassos quilómetros de distância da residência dos seus consumidores.
Tudo mudou, é certo. Hoje, milhares de quilómetros, vencidos a bordo de camiões através da generosa rede de auto-estradas, são atravessados até que cheguem ao seu destino final. Altíssimo consumo de energia, servindo uma rede de grandes superfícies onde o acesso só é possível com recurso ao automóvel, eclipse dos velhos mercados de frescos e do comércio tradicional—acompanhando o despovoamento do casco velho das cidades— eis alguma das consequências deste novo estado de coisas. Insustentável e oneroso, sem dúvida, mas que o será ainda mais caso, como tudo indica, o preço dos combustíveis fósseis venha a aumentar duradouramente.
Precisamos de reabilitar a produção de alimentos numa lógica de proximidade, preservando os terrenos que ainda existam para esse efeito.
Em todo o mundo, a agricultura urbana ganha expressão e é levada a sério pelas autoridades em termos de planeamento territorial, quer no interior das cidades, quer nas suas periferias. Paris, Londres, Berlim, por toda a Europa avança essa ideia que corresponde a uma necessidade. Ou a várias: mais espaços verdes e de recreio, alimentos de qualidade controlável, economia de energia e racionalidade económica, melhoria da saúde das populações. E ainda mais uma que tem sido esquecida: a segurança alimentar, no sentido de que é urgente assegurar, se não auto-suficiência, pelo menos alguma capacidade de responder a uma crise global que pode ser de penúria de alimentos, como ainda bem recentemente se tornou subitamente visível.
Em muitas cidades norte-americanas, São Francisco, Salt Lake City e outras, estuda-se a forma de cultivar hortas e pomares no topo dos prédios, dada a carência de terra arável. Por cá ainda não chegamos a tanto, mas vai sendo tempo de prevenir o futuro, cuidando do essencial que é a sustentabilidade e a qualidade de vida dos habitantes das grandes metrópoles.
Bernardino Guimarães

(Crónica publicada no Jornal de notícias em 11/5/010)

Serviço PORTAL VERDE
Saiba mais sobre Hortas Urbanas em:

http://www.horturbana.com/index.html

http://www.cityfarmer.info/

http://miau-nas-hortas.blogspot.com/

https://i1.wp.com/3.bp.blogspot.com/_46mdn6-E6es/STNApA3RNJI/AAAAAAAAAE4/Yu5KwyXggJY/s400/horta-urbana2.jpg

Colaborou enviando essa matéria: Luis Caminha

Leave a comment »

Curso de Radiestesia Aplicada à Saúde com Sérgio Areias

Leave a comment »

Confirmado: Arnaldo V. Carvalho ministrará curso de Aromaterapia em Niterói, RJ

CURSO DE AROMATERAPIA

DIAS 19 E 26 DE JUNHO

LOCAL: Logos Estudos e Consultoria – Icaraí, Niterói – RJ – Brasil

TEL de CONTATO: 21 2711-6066 (Nelma Guerra)

E-MAILs: nelmaguerra5@uol.com.br

SERÃO 2 SÁBADOS COM OITO HORAS DE DURAÇÃO CADA.

CONTEÚDOS:

Curso Básico de Aromaterapia – 16H

OBJETIVOS: Trazer as bases fundamentais na compreensão e perfeita utilização de óleos essenciais, ácidos graxos e demais matérias-primas e técnicas da aromaterapia; Fornecer ao aluno um panorama detalhado do mercado e das técnicas associadas; Permitir que o aluno possa produzir com qualidade e segurança produtos de aromaterapia para utilização pessoal ou profissional; Conhecer os principais óleos essenciais e óleos gordos utilizados no mercado europeu e mundial para a prática de aromaterapia, inclusive com sua descrição geral e propriedades terapêuticas.

PROGRAMA:

• Bases de Aromaterapia
• Aspectos históricos e panorama mercadológico atual;
• Noções botânicas e farmacológicas;• Generalidades sobre óleos essenciais e óleos carreadores:
– Formas de extração de óleos
– Características fisico-químicas
– Óleo essencial x essência
– Óleo carreador não refinado x refinado
– Propriedades terapêuticas gerais

• Veículos empregados em aromaterapia;o
• Formas de administração terapeutica de óleos;
• Descrição e propriedades específicas de cada um dos óleos estudados no curso (cerca de 50 tipos).
• Lei das sinergias;
• Taxas de Evaporação;
• Limitações e Contra-indicações;
• Formulações básicas;

OBS: Durante o curso são aplicadas dinâmicas e práticas diversas; Todos as preparações ocorridas em aula ficam com os alunos; Rica apostila e certificado inclusos.

Site dos cursos de Aromaterapia do Prof. Arnaldo: Clique aqui

INVESTIMENTO:

R$300,00 que poderão ser divididos em 3 vezes com cheques pré datados.

FACILITADOR:

terapeuta corporal e naturopata

ARNALDO V. CARVALHO

Autor do livro: “Shiatsu Emocional”, fundador e administrador do site e blog Aromatologia e Aromaterapia. Ministra cursos relacionados à saúde natural, inclusive aromaterapia em diversos estados do Brasil e exterior.

Visite:

http://www.portalverde.com.br

https://portalverde.wordpress.com

www.aromatologia.com.br

aromatologia.wordpress.com

www.shiatsuemocional.com.br

www.arnaldovcarvalho.com

Leave a comment »

%d blogueiros gostam disto: