Grupo de gestantes e casais grávidos da Equipe Parto Ecológico conversa sobre ALIMENTAÇÃO E GESTAÇÃO

Esse relato foi postado originalmente em http://equipepartoecologico.blogspot.com. Saiba qual será o próximo tema do encontro seguindo o site!

Barrigas, Bebês e Bigodes leva Alimentaçao e Gestação à pauta do encontro

 
Escrito por Arnaldo V. Carvalho e Natalia Correa
 
 
Na última sexta feira, 10 de maio, aconteceu a segunda edição do ano de nossa roda de gestantes, casais grávidos e seus filhotes, o “Barrigas Bebês e Bigodes”, ou simplesmente BBB. Foi no Espaço Saúde, em Laranjeiras, e contou com a presença de várias famílias e amigos para um bate papo sobre alimentação e gestação.
Nossa equipe de profissionais compareceu com Natalia, Bruna, Arnaldo, Diana, Ariana, Marcella e Laura Uplindger e trouxe informações preciosas que ajudaram às muitas dúvidas surgidas a partir da troca de experiências.
Iniciamos conversando sobre como os alimentos podem transpassar a barreira placentária e chegar até o bebê, oferecendo experiências de paladar e mesmo de olfato[i], modificando seus gostos e preferências para toda a vida[ii]. Algumas gestantes se colocaram falando sobre alimentos que em geral não gostam tanto, mas têm sentido vontade de comer e vice-versa – o que talvez sugira uma influência do bebê nos próprios desejos. A partir daí houve a manifestação da vontade de comer doce em certos períodos gestacionais.
Debatemos então sobre como alimentos com alto teor glicêmico[iii] atua em nosso corpo, forçando a uma produção aumentada de insulina e alterando todo nosso metabolismo, associado às suas repercussões na gravidez e após. Foi comentada a explicação do obstetra francês Michel Odent[iv] sobre o assunto, que vêm sendo tratado de forma equivocada por muitos profissionais[v]. Após uma explicação do naturopata Arnaldo explicou o funcionamento do metabolismo dos açúcares e o requerimento de insulina, falou-se sobre diversos desses alimentos e seu teor, e como equilibrar o corpo a partir disso[vi].
Gorduras, proteínas e carnes entraram em pauta na conversa e muitas dúvidas surgiram. Foi explicado superficialmente sobre o haver diferença entre os tipos de gordura, com ênfase no fato de que os ácidos graxos essenciais conhecidos como ômega 3 e 6 desempenham importantes funções metabólicas. Também houve preocupação em relação ao mito da carne e suas procuradas características nutricionais (notadamente ferro, aminoácidos essenciais e vitamina B12). A partir daí foi possível abordar a questão da qualidade protéica de muitos alimentos, e como seria possível uma gravidez nutricionalmente sadia sob o ponto de vista protéico mesmo entre vegetarianos. Os aminoácidos essenciais estão presentes integralmente em proteínas animais (carnes, ovo, leite), mas também na soja, quinoa e um grupo mais restrito de vegetais, mas tais necessidades de aminoácidos são igualmente obtíveis através da combinação de outras fontes protéicas vegetais e do reino fungi (cogumelos).
Várias estratégias foram conversadas a fim de se pensar no equilíbrio dos vários nutrientes de acordo com a forma de se alimentar de cada um (confira em anexo algumas que anotamos, vindas dos profissionais orientadores e também das próprias gestantes!)
As gestantes trouxeram a questão dos enjôos do começo da gravidez e a baixa ingestão alimentar em função disso. Muitas se surpreenderam ao descobrir que os enjôos indicam uma forte saúde placentária, com condições de garantir a boa nutrição fetal inclusive, segundo apontam estudos recentes[vii].
O tempo passou como vento, e sem que percebêssemos, já era hora da despedida.
A nosso convite, a médica e focalizadora de danças circulares Eliene Sobreiro organizou nosso fechamento com duas danças coletivas que nos ajudaram a alimentar também o coração e a alma, deixando em todos a doce e alegre expectativa do próximo BBB!
Obrigado a todas as gestantes e casais grávidos que compareceram no BBB, que inspirem-se cada vez mais e seus bebês surjam para um mundo melhor, mais tranqüilo, saudável, pacífico honesto e feliz.
*   *   *
* Arnaldo V. Carvalho é naturopata e psicoterapeuta corporal; Natalia Correia é enfermeira obstétrica. Ambos fizeram juntos o curso de Atualização em Gestação e Parto Ecológico com Heloísa Lessa e Michel Odent, e fazem parte da Equipe Parto Ecológico, promotora do BBB.
Dicas que podem ser uteis não só as gestantes, como para todos:
 
õ  Em churrascos pode-se usar berinjela fatiada, passada no sal grosso e assada como opção para as pessoas que não consomem carne.
õ  Podemos obter os nutrientes necessários para o metabolismo dos aminoácidos essenciais através da mistura de leguminosa e cereais nas refeições (como por exemplo o famoso feijão com arroz integral), sendo uma boa opção para vegetarianos.
õ  Banhos de sol diários é a melhor forma de obtenção da Vitamina D, no lugar de complementos vitamínicos.
õ  Água é muito importante para o organismo materno e fetal, não podendo ser esquecida durante o dia.
õ  Chás podem auxiliar na digestão e nos trazem sensação de aconchego, podendo ser útil em vários momentos do dia. O chá de anis estrelado, por exemplo, é uma boa opção, agindo como digestivo e leve relaxante muscular nas tensões comuns da gravidez.
õ  O uso de uma tabela de índice glicêmico[viii], para se controlar melhor a ingestão dos alimentos pode oferecer mais energia sem riscos de alterações no metabolismo do açúcar (consulte o guia de referências deste artigo).
Referências – Sugestões de literatura para quem quiser saber mais!

[i]  Odent, Michel. A Cientificação do Amor. Ed. Saint Germain.
[ii] Relação Mãe-Feto: Conferência de Marie-Claire Busnel proferida no V Encontro para o Estudo do Psiquismo Pré e Perinatal. Material organizado  por Joanna Wilhelm.
[iii] Saiba mais sobre índice glicêmico: http://diabetesbr.wordpress.com/indice-glicemico-2/
[iv] Michel Odent, cientista francês, é hoje considerado a maior autoridade mundial em obstetrícia e saúde primal.  Saiba mais: http://en.wikipedia.org/wiki/Michel_Odent
[v] Odent, Michel. “Gestational Diabetes – A Diagnosis still looking for a disease?”. In: Primal Health Research Centre. 2004.
[vi] Um bom livro sobre Teor Glicêmico, o funcionamento do mecanismo insulínico e as reações bioquímicas chama-se Sugar Busters. O apelo do tema é sobre emagrecimento e não gestação. Mas as informações científicas estão descritas de uma maneira extremamente simples embora completa.
[vii] Odent, Michel. A Cientificação do Amor. Ed. Saint Germain. P70-73.

Esse relato foi postado originalmente em http://equipepartoecologico.blogspot.com. Saiba qual será o próximo tema do encontro seguindo o site!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: