Archive for junho, 2013

O corpo obedece a mecanismos simples e surpreendentes

Junte as suas notas qui… (opcional)

Arnaldo V. Carvalho

Samuel Thomson, um próspero herbanário americano que viveu no século XIX, comparou o corpo humano a um forno, que necessita de ar e de combustível para queimar e produzir energia. Precisa, também, eliminar fumaça e cinza. Se o forno usa combustível de boa qualidade e tem oxigênio o suficiente, o resultado é a produção de calor através da queima de combustível e com o mínimo resíduo. Mas, se utilizar combustível impuro e pouco ar, a chama será pequena e produzirá grande quantidade de fuaça e cinza. Thomson concluiu que nosso corpo corpo funciona de maneira semelhante.

O corpo humano é uma máquina capacitada apaara queimar um bom combustível e produzir grande quantidade de energia. Quando as substâncias que o alimentam são de má qualidade, surge o cansaço, a falta de energia, entre outras consequências. O cuidado da saúde pelo método natural pretende não só oferecer uma dieta nutritiva, mas…

Ver o post original 71 mais palavras

Leave a comment »

Ação anti-tumoral e antibiótica reconhecidos no Ipê Roxo

Lapachol e outras naftoquinonas são creditadas como substâncias antitumorais e antibióticas, presentes no Ipê-Roxo (Tabebuia impetiginosa, também chamado de Pau D’arco ou Lapacho e Taheebo). Ele tem um poderoso antioxidante, cuja presença é associada a ahabilidade da plantas de sobreviver em altitudes com grande concentração de ozônio. O Ipê-Roxo também contém indol, que estão presentes na família das crucíferas e são conhecidos por tornarem-se ativos na desintoxicação carcinogênicas e na promoção de atividade anti-oxidante.

18 quinonas fazem parte de seus constituintes mais importantes, incluindo naftoquinonas e antraquinonas, que raramente ocorrem juntos numa mesma planta. As naftoquinonas lapachol, B-lapachona e xiloidona são consideradas importantíssimas. O Ipê-roxo também contém quercetinas, lapachenol, carnosol, indol, coenzyma Q, alcalóides como tecomina, ácidos hidroxibenzóicos, e saponinas. A primeira substância pesquisadas extensivamente foi descoberta em 1956, no Brasil: o lapachol, bactericida. No ano seguinte, a mesma equipe isolou o a- e b-lapachona, e a xyloidona. Esses constituintes são comprovadamente fungicidas e bactericidas.

O Ipê-roxo também demonstra atividades anti-parasitária e anti-virais, e tem se mostrado efetivo como fungicida no tratamento de infestações por Candida albicans e micoses.

(Excerto de artigo publicado por Oswald, Edward H. “Lapacho”. British Journal of Phytoterapy, Vol. 3, No.3, 1993/94, pp 112-117, adaptado por Arnaldo V. Carvalho)

Comments (1) »

Inseticidas naturais

Livre-se de maneira natural de formigas, pulgões, ácaros, e outros animais que estejam infestando seu jardim ou vasos de plantas!

Recebemos por e-mail uma lista de soluções interessantes e naturais para diversas pragas. Para todas elas,
aplique os remédios caseiros com o borrifador até a cura da planta. Quando sentir melhora, dê um intervalo de 15 dias e repita. A partir daí, a aplicação quinzenal preventiva pode ser feita. Não pulverize sob o sol para não queimar as folhas.
1 – ORÉGANO COM VINAGRE

Aqueça o vinagre e faça um “chá de orégano” com ele. Borrife em folhas e caule. A solução detona fungos e repele formigas e alguns tipos de lagarta.chá cavalinha,

2 – CAMOMILA
Chá de camomila fortalece plantas jovens e fracas. Ponha flores num pote e despeje água fervente. Deixe em infusão por 5 minutos. Coe e espere esfriar antes de usar.
3 – HORTELÃ
Chá de hortelã repele insetos, inclusive formigas. Ponha a erva em água, para ferver. Cubra e deixe em infusão por três minutos. Coe e aplique depois de frio.
4 – FUMO DE CORDA
Calda de fumo contra cochonilhas, pulgões, larvas e ácaros. Pique 5 cm de fumo e ponha de molho por 24 horas, em água e 1 colher de álcool. Coe e dilua em água na proporção 1:3.
5 – TOMATEIRO
Chá de folha de tomateiro tem ação inseticida contra pulgões. Ferva um punhado de folhas e de pedacinhos de caule em 1,5 litro de água. Aplique frio.
6 – ALAMANDA
Calda de folhas de alamanda (contra pulgões). Ferva 5 folhas em 1,5 litro de água por 10 minutos. Deixe esfriar e pulverize. Use luvas para manusear as folhas.
7 – SOLUÇÃO DE PIMENTA-MALAGUETA
Indicação: Combate pulgões, vaquinhas, lagartas e grilos.
Ingredientes: 500 g de frutos de pimenta-malagueta (Capsicum frutescens), 4 l de água e 5 colheres (de sopa) de sabão de cocoem pó.
Modo de preparo: bata as pimentas no liquidificador com 2 litros de água até a maceração total. Coe o preparado e misture com o sabão de coco em pó, acrescentando os 2 litros de água restantes. No caso de utilização em espécies frutíferas, obedeça ao período de carência mínima de 12 dias da colheita, para evitar obter frutos com fortes odores.
8 – CALDA DE SABÃO
Indicação: Atua contra pulgões, ácaros, brocas e formigas
Ingredientes: 1 kg de sabão neutro em barra picado, 3 l de querosene e 3 l de água. Modo de preparo: derreta o sabão picado em uma panela com os 3 l de água. Quando estiver completamente fundido, desligue o fogo e acrescente o querosene, mexendo bem. Em seguida, dissolva 1 l dessa emulsão em 15 copos de água e aplique a cada 12 dias.
OUTRAS RECEITAS COM SABÃO
Indicação: Controla cochonilhas e lagartas
Ingredientes: 50 g de sabão de coco em pó e 5 litros de água fervente
Modo de preparo: adicione o sabão de coco em pó na água fervente. Essa solução deve ser pulverizada com frequência no verão e na primavera.
Indicação2: Afasta pulgões, cochonilhas e lagartas
Ingredientes: 1 colher (sopa) de sabão caseiro raspado e 5 litros  de água
Modo de preparo: dissolva na água o sabão caseiro raspado, mexendo bem. Essa calda deve ser aplicada sobre as plantas com o auxílio de pulverizador ou regador.
9 – CONFREI
Indicação: Previne pulgões em hortaliças e frutíferas e ainda funciona como adubo foliar.
Ingredientes: 1 kg de folhas de confrei (Sympriyfum officinale) e água para diluição
Modo de preparo: usando o liquidificador, triture as folhas de confrei com água ou deixe-as em infusão por 10 dias. Acrescente 10 litros de água e pulverize periodicamente as plantas.
10 – EMULSÃO DE ALHO
Indicação: Atua contra fungos, bactérias e pulgões
Ingredientes: 1 kg de alho, 5 litros de água, 100 gr de sabão picado e 20 colheres (café) de óleo mineral
Modo de preparo: moa bem fino os dentes de alho e deixe-os repousando por 24 horas no óleo mineral. Em outro recipiente, dissolva o sabão picado na água, de preferência quente. Depois, acrescente a emulsão de alho. Antes de usar, filtre e dilua a mistura em 20 partes de água.
11 – PIMENTA-DO-REINO
Indicação: Repele pulgões, ácaros e cochonilhas
Ingredientes: 100 g de pimenta-do-reino (Piper nigrum) em pó, 1 litro de álcool, 1 litro  de água e 60 g de sabão de coco.
Modo de preparo: durante sete dias, deixe a pimenta-do-reino descansando no álcool. Ferva a água com o sabão de coco. Deixe esfriar e junte as duas soluções. Separe 250 ml, coloque em 10 litros de água e pulverize.
12 – ÓLEO DE NIM
Indicação: Atua contra pulgões, lagartas, cochonilhas, ácaros, brocas, besouros, gafanhotos, nematóides e tripés.
Ingredientes: 10 ml  de  óleo de nim (encontrado em lojas de jardinagem) e 1 litro de água
Modo de preparo: dilua o óleo de nim na água e pulverize a planta.
13 – CHÁ DE CAVALINHA
Indicação: Afugenta insetos nocivos em geral
Ingredientes: 10 g de cavalinha (Equisetum arvense ou E. giganteum) seca ou 30 g de cavalinha verde, 1 litro de água para maceração e 9 litros de água para diluição.
Modo de preparo: ferva as folhas de cavalinha em 1 litro de água por 20 minutos. Dilua a calda resultante em 9 litros de água.
14 – CRAVO-DE-DEFUNTO
Indicação: Afasta pulgões, ácaros e algumas lagartas.
Ingredientes: 1 kg de folhas e/ou talo de cravo-de-defunto (Tagetes sp) e 10 litros de água
Modo de preparo: adicione as folhas e/ou talos de cravo-de-defunto na água. Leve ao fogo e deixe ferver durante meia hora, ou então pique e deixe de molho por dois dias. Coe o caldo obtido.
15 – MACERADO DE URTIGA
Indicação: Aumenta a resistência da planta e combate os pulgões.
Ingredientes: 500 g de urtiga (Urfica dioica) fresca ou 100 g de urtiga seca e 10 litros de água.
Modo de preparo: coloque a urtiga fresca ou seca na água por dois dias ou deixe curtir por 15 dias. Para a primeira forma de preparo, a aplicação pode ser imediata sobre as plantas atacadas. Para a segunda, deve ser diluída, sendo uma parte da solução concentrada para 10 partes de água.
16 – EMULSÃO DE ÓLEO
Indicação: Eficiente contra cochonilhas
Ingredientes: 2 litros de água, 1 kg de sabão comum (em pedra ou líquido) e 8 litros de óleo mineral.
Modo de preparo: pique o sabão (se for pedra), misture com o óleo e a água e leve ao fogo, mexendo sempre, até que levante fervura.  A mistura deve adquirir consistência de pasta. Guarde-a em um pote bem tampado e, na hora da aplicação, dissolva cerca de 50 g da pasta em água morna e dilua tudo em 3 litros de água.
17 – CALDA BORDALESA
Indicação: Controla fungos e bactérias
Ingredientes: um saco de pano, 100 g de sulfato de cobre (encontrado em lojas de jardinagem), 100 g de cal virgem, 10 litros de água e 2 recipientes plásticos.
Modo de preparo: use apenas recipientes plásticos, pois os metálicos podem reagir com o sulfato de cobre. Usando o saco de pano, prepare um sachê com o sulfato de cobre. Mergulhe-o em 9 litros de água por três a quatro horas, até o sulfato de cobre dissolver. Em outro recipiente, dilua a cal em 1 litro de água e despeje na solução preparada com o sulfato de cobre. Mexa bem. É necessário que a mistura tenha pH neutro ou alcalino. Para identificar, coloque um pouco da solução em uma lâmina de ferro. Se ficar acobreada, é porque está ácida. Para corrigir, dissolva mais cal, até que a lâmina não apresente a tonalidade acobreada.
18 – CALDA DE ENXOFRE
Indicação: Combate e controla alguns fungos
Ingredientes: 30 g de enxofre (encontrado em lojas de jardinagem) e 12 litros  de água.
Modo de preparo: dilua o enxofre em 1 litro de água. Depois de bem dissolvido, complete com o volume restante de água.

Comments (1) »

Água de beber camarada!

Empresas investem em máquinas capazes de produzir água potável a partir da umidade do ar!

Por Arnaldo V. Carvalho*

Por que não se pensou nisso antes? Estão surgindo no mundo inteiro geradores de água, eficientes, simples e garantindo água pura e barata. A fonte é a própria umidade do ar.

“Sem qualquer sinal de vegetação, o solo do deserto é muito seco. Mas o ar contém água, e os cientistas descobriram um jeito de obter água potável da umidade do ar. O sistema é baseado em energia completamente renovável e é autonomo. (…) Mesmo em locais extremamente secos, como o deserto de Negev em Israel, a umidade média do ar é de 64%, ou seja, em cada metro cúbico de ar há 11,5 milímetros de água”. É assim que o informativo ScienceDaily começou em junho 2009 sua matéria sobre o tema.

Deixo aqui alguns exemplos dessas máquinas que infelizmente tornam-se um futuro inevitável mesmo em países ricos nisso como o Brasil, que a cada ano parece sofrer mais com a crescente desertificação de seu solo, especialmente no bioma do cerrado (que responde a maior parte do território brasileiro).

Como funcionam:

1) Primeiro elas puxam o ar através de um filtro eletrostático que já remove 93% de particulas que estiverem no mesmo.

2) A unidade de condensação recebe esse ar úmido limpo e condensa o vamor da água em líquido.

EcoloBlue 263) Como a máquina coleta a água, ela vai para um compartimento especial onde passa por luz ultravioleta, em aplicação de aproximadamente 30 minutos. Isso mata 90% dos germes e bactérias na água.

4) A água então é enviada a um sistema de filtros; primeiro ela passa por uma tela de sedimentos e em seguida por dois filtros de carvão ativado de 1 micron, que remove mais de 90% de qualquer elemento químico orgânico volátil que ainda possa estar na água.

5) Finalmente a água é filtrada por uma membrana de ultrafiltragem, com poros de 0.15 microns, para remover virtualmente todas as bactérias e vírus comuns.

A água então é passada para o tanque reservatório.

Do tanque ela ainda é reciclada a cada 30 minutos, retornando ao ultravioleta e novamente para o tanque reservatório.

Provê água limpa e segura 24 horas por dia.

Air2Water - drinking water

Air2Water

The AWS™ Technology:

 

 

Fontes de pesquisa

http://www.sciencedaily.com/releases/2009/06/090605091856.htm

http://www.aws-h2o.com/

http://www.planetswater.com/

http://www.atlantissolar.com/fwater.html

http://waterpureinternational.com/

http://www.watair.com/

http://www.pacificconservation.net/atmospheric-water-generator.html

http://www.ecosmartinc.com/catwsave20.php

http://www.atmosphericwatertechnologies.com/

http://www.youtube.com/watch?v=nlQYjikINlQ&feature=player_embedded

http://www.techlider.com.br/2012/04/dispositivo-torna-potavel-a-agua-de-ar-condicionado/

http://www.profpc.com.br/%C3%81gua/Tipos%20de%20%C3%A1gua/Tipos_de_%C3%A1gua.htm

http://www.water-gen.com/product-water-treatment-environmental.html

http://www.air2water.biz/compare-water-purification-systems.html

http://en.wikipedia.org/wiki/Atmospheric_water_generator

http://www.elementfour.com/products-0

http://www.ecoloblue.com/

 

*Arnaldo V. Carvalho, naturopata, pesquisador da Vida humana e suas relações com a Vida da Terra. 

Leave a comment »

Pacote de medidas do governo estimula parto normal

Governo apoia parto normal

FONTE: Revista GEAP Out/nov/dezembro 2008

Leave a comment »

%d blogueiros gostam disto: