Archive for agosto, 2014

Pensando em tornar-se um terapeuta? Leia isso antes.

COMO ME TORNAR UM TERAPEUTA?

 

Por Arnaldo V. Carvalho*

Antes de responder a essa pergunta, talvez seja interessante se pensar o que é SER terapeuta.

“De terapeuta e louco todo mundo tem um pouco”… eis o sentido original do ditado: A palavra terapeuta, literalmente, designa “aquele que trata”. Todas as pessoas têm, no íntimo, o ímpeto de cuidar do próximo. Assim, todos são terapeutas, em essência.

A diferença da pessoa comum para o profissional, é que o profissional estudou para fazer dessa habilidade sua profissão. Sua formação deve levar em conta não só atribuições técnicas, mas éticas e humanas.

Nós advertimos aqueles que estão fazendo uma simples análise de mercado que desistam desde já. Terapeutas profissionais tem o direito de viver em boas condições, e cobrar o suficiente para isso. Mas o mercado é duro e não se deve pensar em ganhar muito dinheiro já nos primeiros anos. Se você for pensar então no valor e tempo investidos, verá que dificilmente este investimento será recuperado. O bom terapeuta é acima de tudo um profissional por vocação.

Tendo isso em mente, basta seguir os passos indicados a seguir, para ter uma formação garantida:

PASSOS PARA CONSEGUIR SUCESSO NA FORMAÇÃO EM TERAPIAS NATURAIS

1. Invista na sua formação
Mesmo que você se sinta capaz de aprender sozinho, mesmo que seja um diletante naquilo que faz, a troca de experiência, o contato com os outros, as dinâmicas didáticas, etc., é fundamental. Fazer cursos é entrar em contato com gente que já está a mais tempo na estrada, e tem experiência no que diz. Assim, é um caminho seguro para quem quer ser um profissional de qualidade.

2. Faça cursos de qualidade
Não é pelo nome da instituição, pelo diploma simplesmente. Há muitas empresas que hoje só sobrevivem porque construíram nome. Outras, embora tenham bons professores, possuem carga horária muito extensa, o que os obriga a “encher linguiça”. Outro problema em muitos cursos é que eles não possuem aulas dinâmicas, o que leva o aluno a se distrair e não fixar bem a matéria. Finalmente, cursos muito cheios de gente não são ideais. O interessante é que o professor possa prestar orientação de modo semi-personalizada. Peça sempre para fazer uma aula sem compromisso, e sentir como as pessoas agem no ambiente.

3. Tenha experiências de estágio
Nenhum curso consegue te dar bagagem. O ideal é que você, antes de sair atendendo por aí na terapia que aprendeu, continue por algum tempo atuando sob supervisão, trocando informações, crescendo. Assim, se o seu curso não te oferece estágio, busque por conta própria. Há espaços terapêuticos que estão sempre oferecendo vagas. Estar acompanhado de um professor que você tenha gostado muito também pode ser muito bom.

4. Alie-se a profissionais ou instituições de qualidade
Uma vez que seu trabalho já esteja fluindo quase tanto quanto uma pessoa que já fala um segundo idioma de forma fluente, é hora de pensar em se fixar. O ideal é começar trabalhando em alguma instituição respeitada, em companhia de colegas mais experientes. Em geral, a sublocação é o método de entrada mais comum, o que é muito bom pois não envolve riscos, caso não se consiga clientes logo de cara.

5. Crie um plano de carreira

O terapeuta é um autônomo, e como tal, não se basta sendo bom dentro do consultório. É preciso, no início, que ele crie metas e monte estratégias para alcança-las. O ideal é fazer isso com método. Você pode estudar esses métodos por conta própria, ou buscar algum curso com essa finalidade, ou ainda, dar a sorte de pegar um curso que se preocupe em te passar o caminho das pedras.

 

* Arnaldo V. Carvalho tem mais de 20 anos de atuação na área das terapias naturais.

Anúncios

Leave a comment »

Tratamento natural das varizes

Varizes

Prevenção e tratamento com remédios caseiros

http://nutricaobrasil.files.wordpress.com/2013/11/clv_ilustracc2a6c2baac2a6c3a2o-varizes.jpg

As varizes não surgem apenas nas pernas com aquele aspecto de linhas coloridas e tortuosas, mas também no reto (hemorróidas) e no escroto (varicocele). As veias são responsáveis por conduzir o sangue de volta ao coração para ser oxigenado. Devido ao fato de que elas precisam lutar contra a força gravitacional para conduzir o sangue ao coração, elas contém um certo número de válvulas, as quais fecham entre os batimentos cardíacos, prevenindo que o sangue retorne.

As varizes ocorrem quando essas válvulas enfraquecem e arrebentam, em resposta ao aumento da pressão sanguínea, resultando então em estagnação e dilatação dos vasos.

As veias da perna contêm um número maior de válvulas. Elas têm de percorrer uma distância bem mais longa até chegar ao coração. Como a pressão sanguínea é maior nas pernas, é aí que as varizes aparecem com mais frequência.

Por outro lado, é também possível que elas apareçam no reto se o aparelho digestivo estiver em mal funcionamento.
Os sintomas variam de acordo com o tamanho das varizes. Veias pequenas não causam nenhum sintoma. As mais grossas, que são mais escuras, podem ser muito dolorosas e provocam uma sensação de cansaço, formigamento e coceira nas pernas, o que tende a piorar no fim do dia. Nesse horário, o inchaço dos tornozelos e dos pés é maior.

Um em cada quatro homens e uma em cada duas mulheres acima de 40 anos desenvolvem varizes. É claro que esse problema tem sido negligenciado por muitos médicos porque é considerado apenas um outro “probleminha” comum em mulheres. Daí se explica porque 40% das mulheres sofrem de varizes.

O aparecimento das varizes pode ser um fator ocupacional. Pessoas que trabalham em pé por longo período de tempo em uma mesma posição desenvolve o problema. Como também pode ser um fator hereditário. Geralmente um indivíduo herda o mesmo tipo de vaso sanguíneo dos pais. Entre outras causas, as mais comuns são: obesidade, falta de exercício físico, dieta pobre em fibras, deficiência de vitaminas, gravidez ou mesmo problema sério de prisão de ventre.

Algumas pessoas optam pela cirurgia, procedimento comum onde a veia principal é cortada e removida juntamente com suas ramificações. Muitas dessas cirurgias duram apenas 30 minutos, utilizando-se apenas duas incisões no local. Se tratar-se de cirurgia com fim estético, esta não é coberta pelo OHIP. Isso só ocorre em casos mais severos.

Pode acontecer de pequenas varizes retornarem após a cirurgia. Quando isso ocorre, um outro tratamento utilizado é a injeção na veia de substâncias que coagulam o sangue (Escleroterapia). De acordo com a médica Dra. Carolyn De Marco, é necessário de 8 a 10 sessões de 25 a 30 injeções em cada.

Formas de Prevenir e Tratar

O melhor tratamento é a prevenção. Se o seu trabalho exige que você fique em pé ou levante muito peso, use uma boa meia elástica durante todo o tempo. Faça a opção de meias elásticas leves, principalmente se tiver dificuldades de colocar aquelas meias pesadas e grossas prescritas pelo seu médico. Se preferir, use dois pares leves. Algumas dicas podem ser úteis para prevenção:
– Uma dieta equilibrada contendo pouca gordura, muita fibra, vegetais e frutas ajuda a manter o sistema circulatório saudável. Beber muita água também.
– Exercícios físicos feitos com regularidade, como natação ou caminhada, melhoram a circulação do sangue nas pernas e previnem que as veias menores cresçam.
– Deite no chão com os pés elevados contra a parede por 15 minutos diariamente. Além de melhorar a aparência das pernas, também ajuda a equilibrar o estresse físico e emocional.

“Capillary Exercise” (3-5 minutos)

– Deite de costas com a coluna reta usando um travesseiro fino sob o pescoço. Levante ambos os braços e pernas para cima na posição vertical. Dedos apontados para cima, mexa-os vigorosamente, como se estivesse sacudindo e expulsando aquelas “dorzinhas” do corpo. Recomendo esse exercício diariamente.
– Aplicação de compressa fria e quente pode ser usada para alívio imediato da dor. Compressa quente de óleo de castor à noite alivia a dor e o edema.
Sugestão retirada da revista “Vitality”, Dezembro de 1998:
Combinação de óleos essenciais para uso externo:
– 10 gotas de óleo de cypress, 5 gotas de rosemary ou juniper, 10 gotas de lavanda e 5 gotas de camomila
– Prepare o óleo de massagem misturando 15 gotas dessa mistura em 100 ml de óleo de amêndoa doce ou azeite de oliva.
Esfregue nas varizes várias vezes ao dia.
Sempre que tiver oportunidade, deite na sua cama de pernas para cima, com os olhos fechados, respirando bem devagarinho e profundamente, como se você estivesse no seu primeiro dia de férias. Relaxe… e tenha um FELIZ ANO NOVO !

Sugestão de livro sobre o assunto: “Varicose Veins Self-Help”, by Dr. Leon Chaitow

Para mais informações ligue para:

AUTOR:

Guiomar Campbell
Terapeuta de Shiatsu e Acupuntura
(416) 324-0971

Leave a comment »

AMANHÃ DEBATE SOBRE O CONSUMO DE ALIMENTOS ORGÂNICOS NO RJ

CARTA ENVIADA AO PORTAL VERDE POR RENATO MARTELETTO. O PORTAL VERDE APOIA INTEGRALMENTE. TODOS LÁ!

Prezados amigos, colaboradores e simpatizantes.

Diante o quadro preocupante da atual procedência dos alimentos consumidos em nosso país, onde os altos índices de agrotóxicos, conservantes, hormônios, transgênicos, poluição da água, etc. contaminam nossa alimentação, ocasionando o aumento de doenças degenerativas e comprometendo todo nosso ecossistema, realizaremos um debate para juntos encontrarmos soluções para este tema de altíssima relevância para as nossas famílias e futuras gerações.

Neste encontro público a intenção é esclarecermos aos consumidores a real importância dos alimentos orgânicos em nossa sociedade, além de informá-los todo procedimento que envolve produção, certificação e fiscalização, além de abordar outros assuntos importantes. 

Certo que com essa iniciativa estaremos contribuindo para a valorização da Agricultura Orgânica / Agroecológica e melhorias na alimentação de nosso país, aguardamos sua presença.

TEMAS QUE SERÃO ABORDADOS

– Histórico dos alimentos orgânicos em nossa cidade.

Quando e como esse movimento iniciou-se?

– Os malefícios dos agrotóxicos em nossas vidas.

O que está sendo feito para combater esses venenos?

– Preços.
Porquê alguns alimentos orgânicos ainda são mais caros ?

– Certificação.
Será que apenas um selo de garantia comprova a procedência dos produtos comercializados ?

– Fiscalização.
Existe rastreamento, controle e fiscalização desses alimentos?

– Crescimento.
Quando o consumo de alimentos orgânicos passará a ser um direito de todos ?

CONVIDADOS

 

AGROPRATA – Associação dos Produtores Orgânicos da Pedra Branca

– AGROVAGEM – Associação dos Produtores de Vargem Grande

– APEDEMA – Assembléia Permanente de Entidades em Defesa do Meio Ambiente

– Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida

– Certificadoras IBD, Ecocert e INT

– Cooperativa dos Produtores Orgânicos de Magé

– FIOCRUZ

– INCA

– Ministério Público

– PROCON

– SEBRAE

– Sitio da Minhoca  

– Vigilância Sanitária

 

Local: Restaurante Metamorfose         

Endereço: Rua  Santa Luzia, 405 sobreloja 201 – Castelo – Centro  

Dia: 20 de Agosto de 2014 (quarta-feira)

Horário: 16hs

Informações : 99194-6867  

Nunca duvide da capacidade de um pequeno grupo de dedicados cidadãos para mudar os rumos do planeta. Na verdade, eles são a única esperança de que isso possa ocorrer.” (Margareth Mead)

Leave a comment »

Assista a “Campanha da Amamentação 2014 Fonoaudiologia” no YouTube

Campanha da Amamentação 2014 Fonoaudiologia: saúde o seio da questão!
http://youtu.be/I_Vzk-60UJY

Ver o post original

Leave a comment »

Shiatsu Emocional

Leave a comment »

%d blogueiros gostam disto: