Tratamento natural das varizes

Varizes

Prevenção e tratamento com remédios caseiros

http://nutricaobrasil.files.wordpress.com/2013/11/clv_ilustracc2a6c2baac2a6c3a2o-varizes.jpg

As varizes não surgem apenas nas pernas com aquele aspecto de linhas coloridas e tortuosas, mas também no reto (hemorróidas) e no escroto (varicocele). As veias são responsáveis por conduzir o sangue de volta ao coração para ser oxigenado. Devido ao fato de que elas precisam lutar contra a força gravitacional para conduzir o sangue ao coração, elas contém um certo número de válvulas, as quais fecham entre os batimentos cardíacos, prevenindo que o sangue retorne.

As varizes ocorrem quando essas válvulas enfraquecem e arrebentam, em resposta ao aumento da pressão sanguínea, resultando então em estagnação e dilatação dos vasos.

As veias da perna contêm um número maior de válvulas. Elas têm de percorrer uma distância bem mais longa até chegar ao coração. Como a pressão sanguínea é maior nas pernas, é aí que as varizes aparecem com mais frequência.

Por outro lado, é também possível que elas apareçam no reto se o aparelho digestivo estiver em mal funcionamento.
Os sintomas variam de acordo com o tamanho das varizes. Veias pequenas não causam nenhum sintoma. As mais grossas, que são mais escuras, podem ser muito dolorosas e provocam uma sensação de cansaço, formigamento e coceira nas pernas, o que tende a piorar no fim do dia. Nesse horário, o inchaço dos tornozelos e dos pés é maior.

Um em cada quatro homens e uma em cada duas mulheres acima de 40 anos desenvolvem varizes. É claro que esse problema tem sido negligenciado por muitos médicos porque é considerado apenas um outro “probleminha” comum em mulheres. Daí se explica porque 40% das mulheres sofrem de varizes.

O aparecimento das varizes pode ser um fator ocupacional. Pessoas que trabalham em pé por longo período de tempo em uma mesma posição desenvolve o problema. Como também pode ser um fator hereditário. Geralmente um indivíduo herda o mesmo tipo de vaso sanguíneo dos pais. Entre outras causas, as mais comuns são: obesidade, falta de exercício físico, dieta pobre em fibras, deficiência de vitaminas, gravidez ou mesmo problema sério de prisão de ventre.

Algumas pessoas optam pela cirurgia, procedimento comum onde a veia principal é cortada e removida juntamente com suas ramificações. Muitas dessas cirurgias duram apenas 30 minutos, utilizando-se apenas duas incisões no local. Se tratar-se de cirurgia com fim estético, esta não é coberta pelo OHIP. Isso só ocorre em casos mais severos.

Pode acontecer de pequenas varizes retornarem após a cirurgia. Quando isso ocorre, um outro tratamento utilizado é a injeção na veia de substâncias que coagulam o sangue (Escleroterapia). De acordo com a médica Dra. Carolyn De Marco, é necessário de 8 a 10 sessões de 25 a 30 injeções em cada.

Formas de Prevenir e Tratar

O melhor tratamento é a prevenção. Se o seu trabalho exige que você fique em pé ou levante muito peso, use uma boa meia elástica durante todo o tempo. Faça a opção de meias elásticas leves, principalmente se tiver dificuldades de colocar aquelas meias pesadas e grossas prescritas pelo seu médico. Se preferir, use dois pares leves. Algumas dicas podem ser úteis para prevenção:
– Uma dieta equilibrada contendo pouca gordura, muita fibra, vegetais e frutas ajuda a manter o sistema circulatório saudável. Beber muita água também.
– Exercícios físicos feitos com regularidade, como natação ou caminhada, melhoram a circulação do sangue nas pernas e previnem que as veias menores cresçam.
– Deite no chão com os pés elevados contra a parede por 15 minutos diariamente. Além de melhorar a aparência das pernas, também ajuda a equilibrar o estresse físico e emocional.

“Capillary Exercise” (3-5 minutos)

– Deite de costas com a coluna reta usando um travesseiro fino sob o pescoço. Levante ambos os braços e pernas para cima na posição vertical. Dedos apontados para cima, mexa-os vigorosamente, como se estivesse sacudindo e expulsando aquelas “dorzinhas” do corpo. Recomendo esse exercício diariamente.
– Aplicação de compressa fria e quente pode ser usada para alívio imediato da dor. Compressa quente de óleo de castor à noite alivia a dor e o edema.
Sugestão retirada da revista “Vitality”, Dezembro de 1998:
Combinação de óleos essenciais para uso externo:
– 10 gotas de óleo de cypress, 5 gotas de rosemary ou juniper, 10 gotas de lavanda e 5 gotas de camomila
– Prepare o óleo de massagem misturando 15 gotas dessa mistura em 100 ml de óleo de amêndoa doce ou azeite de oliva.
Esfregue nas varizes várias vezes ao dia.
Sempre que tiver oportunidade, deite na sua cama de pernas para cima, com os olhos fechados, respirando bem devagarinho e profundamente, como se você estivesse no seu primeiro dia de férias. Relaxe… e tenha um FELIZ ANO NOVO !

Sugestão de livro sobre o assunto: “Varicose Veins Self-Help”, by Dr. Leon Chaitow

Para mais informações ligue para:

AUTOR:

Guiomar Campbell
Terapeuta de Shiatsu e Acupuntura
(416) 324-0971

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: