Pensando em tornar-se um terapeuta? Leia isso antes.

COMO ME TORNAR UM TERAPEUTA?

 

Por Arnaldo V. Carvalho*

Antes de responder a essa pergunta, talvez seja interessante se pensar o que é SER terapeuta.

“De terapeuta e louco todo mundo tem um pouco”… eis o sentido original do ditado: A palavra terapeuta, literalmente, designa “aquele que trata”. Todas as pessoas têm, no íntimo, o ímpeto de cuidar do próximo. Assim, todos são terapeutas, em essência.

A diferença da pessoa comum para o profissional, é que o profissional estudou para fazer dessa habilidade sua profissão. Sua formação deve levar em conta não só atribuições técnicas, mas éticas e humanas.

Nós advertimos aqueles que estão fazendo uma simples análise de mercado que desistam desde já. Terapeutas profissionais tem o direito de viver em boas condições, e cobrar o suficiente para isso. Mas o mercado é duro e não se deve pensar em ganhar muito dinheiro já nos primeiros anos. Se você for pensar então no valor e tempo investidos, verá que dificilmente este investimento será recuperado. O bom terapeuta é acima de tudo um profissional por vocação.

Tendo isso em mente, basta seguir os passos indicados a seguir, para ter uma formação garantida:

PASSOS PARA CONSEGUIR SUCESSO NA FORMAÇÃO EM TERAPIAS NATURAIS

1. Invista na sua formação
Mesmo que você se sinta capaz de aprender sozinho, mesmo que seja um diletante naquilo que faz, a troca de experiência, o contato com os outros, as dinâmicas didáticas, etc., é fundamental. Fazer cursos é entrar em contato com gente que já está a mais tempo na estrada, e tem experiência no que diz. Assim, é um caminho seguro para quem quer ser um profissional de qualidade.

2. Faça cursos de qualidade
Não é pelo nome da instituição, pelo diploma simplesmente. Há muitas empresas que hoje só sobrevivem porque construíram nome. Outras, embora tenham bons professores, possuem carga horária muito extensa, o que os obriga a “encher linguiça”. Outro problema em muitos cursos é que eles não possuem aulas dinâmicas, o que leva o aluno a se distrair e não fixar bem a matéria. Finalmente, cursos muito cheios de gente não são ideais. O interessante é que o professor possa prestar orientação de modo semi-personalizada. Peça sempre para fazer uma aula sem compromisso, e sentir como as pessoas agem no ambiente.

3. Tenha experiências de estágio
Nenhum curso consegue te dar bagagem. O ideal é que você, antes de sair atendendo por aí na terapia que aprendeu, continue por algum tempo atuando sob supervisão, trocando informações, crescendo. Assim, se o seu curso não te oferece estágio, busque por conta própria. Há espaços terapêuticos que estão sempre oferecendo vagas. Estar acompanhado de um professor que você tenha gostado muito também pode ser muito bom.

4. Alie-se a profissionais ou instituições de qualidade
Uma vez que seu trabalho já esteja fluindo quase tanto quanto uma pessoa que já fala um segundo idioma de forma fluente, é hora de pensar em se fixar. O ideal é começar trabalhando em alguma instituição respeitada, em companhia de colegas mais experientes. Em geral, a sublocação é o método de entrada mais comum, o que é muito bom pois não envolve riscos, caso não se consiga clientes logo de cara.

5. Crie um plano de carreira

O terapeuta é um autônomo, e como tal, não se basta sendo bom dentro do consultório. É preciso, no início, que ele crie metas e monte estratégias para alcança-las. O ideal é fazer isso com método. Você pode estudar esses métodos por conta própria, ou buscar algum curso com essa finalidade, ou ainda, dar a sorte de pegar um curso que se preocupe em te passar o caminho das pedras.

 

* Arnaldo V. Carvalho tem mais de 20 anos de atuação na área das terapias naturais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: