Archive for dezembro, 2016

Florais de Bach

Image result for florais de bach

Florais de Bach ajudam a controlar de medo a desalento

Nascido em 24 de setembro de 1886 em Moseley, Inglaterra, Edward Bach cresceu mostrando grande amor pela natureza e um interesse especial em aliviar o sofrimento humano. Exerceu a medicina como clínico, patologista em saúde pública e homeopata. Completou sua obra com a descoberta dos remédios florais. As essências de Bach se dividem em sete grupos:

MEDO:

– Rock Rose
Emergências graves; susto, medo, pânico, terror.

– Mimulus
Medo e temores de coisas conhecidas: da doença, da dor, do escuro, da pobreza. Acanhamento, timidez.

– Cherry Plum
Medo de perder o controle e machucar alguém ou a si mesmo.

– Red Chestnut
Preocupação excessiva com os outros. Medo que aconteçam desgraças às pessoas que ama.

– Aspen
Medos vagos e indefinidos, sem explicação. Ansiedade, apreensão, maus pressentimentos.

INSEGURANÇA

– Cerato
Falta de confiança em si para tomar decisões. Sempre pedindo conselhos aos outros.

– Scleranthus
Incerteza, hesitação. Indecisão diante de duas opções.

– Gentian
Sem fé, dúvida. Desânimo diante do menor imprevisto.

– Gorse
Grande desesperança, desistiu da luta, pessimismo.

– Hornbeam
Sem ânimo para suportar o cotidiano. Deixa tudo para depois.

– Wild Oat
Incerteza e insatisfação quando é difícil escolher uma vocação ou caminho. Não sabe a direção de sua vida.

FALTA DE INTERESSE NO PRESENTE

– Clematis
Indolência, desinteresse. Apatia, desatenção. Vive desligado e sonhando com o futuro.

– Honeysukle
Vive preso às lembranças do passado. Nostalgia, saudade.

– Olive
Exaustão, esgotamento mental ou físico.

– Wild Rose
Conformismo, resignação. Não se esforça por melhorar, nem luta por nada. Apatia.

– White Chestnut
Pensamentos indesejados e persistentes que atormentam.

– Mustard
Melancolia súbita que surge sem explicação; depressão.

– Chestnut Bud
Não aprende com a experiência. Repete sempre os mesmos erros.

SOLIDÃO

– Water Violet
Silencioso, reservado. Orgulhoso, distante, prefere ficar sempre sozinho.

– Impatiens
Irritabilidade e impaciência com a pessoas mais lentas. Ansiedade, tensão mental.

– Heather
Tagarela, detesta ficar sozinho. Tem necessidade de contar seus problemas para todos. Muito preocupado consigo mesmo.

SENSIBILIDADE EXCESSIVA ÀS OPINIÕES ALHEIAS

– Agrimony
Grande angústia interior sob uma superfície alegre, não assume seus sentimentos.

– Centaury
Ansioso por agradar e servir. Descuida de si para ajudar os outros, geralmente é explorado. É fraco, procura sempre alguém forte.

– Walnut
Tem fortes ideais, mas às vezes se deixa levar pelos outros. Necessidade de constância e proteção, principalmente em fases de mudança como puberdade, menopausa, divórcio etc. Corta os laços do passado.

– Holly
Trabalha o amor incondicional, quando sentimos que o amor está bloqueado e não sai de nosso interior.

DESALENTO OU DESESPERO

– Larch
Falta de confiança em si. Sentimentos de inferioridade. Não se arrisca e não se esforça, pois acha que vai fracassar.

– Elm
Momentos de sobrecarga quando parece que as tarefas ultrapassam suas forças.

– Pine
Muito exigente consigo mesmo. Sentimento de culpa e responsabilidade pelas falhas dos outros.

– Sweet Chestnut
Momentos de extrema angústia. Sentimento de haver chegado ao limite.

– Oak
Para pessoas fortes, lutadoras, mesmo doentes nunca desistem. Esquecem do lazer, só pensam em trabalhar e servir.

– Star of Bethehem
Para efeitos de perda ou choque fisico mental ou emocional. Para os que necessitam ser consolados.

– Willow
Amargura, ressentimento.Sente-se injustiçado pela vida, muita tristeza e negativismo.

– Crab Apple
Vergonha de si mesmo. Sentimento de estar “sujo” mental, física ou emocionalmente. Melhora a auto-estima.

PREOCUPAÇÃO EXCESSIVA COM OS OUTROS

– Chicory
Posessivo e superprotetor. Egoísta, cobra tudo o que faz pelos outros.

– Vervain
Eufórico, dono da verdade. Quer converter todas as suas próprias idéias e crenças. Excessivamente esforçado e entusiasmado.

– Vine
Dominador, inflexível, poderoso. Indicado para ser um grande líder, mas pelo seu próprio respeito.

– Beech
Crítico e intolerante com os outros. Atitude julgadora.

– Rock Water
Quer ser um exemplo para os outros. Se nega e se reprime. Muito rígido e austero consigo mesmo e até com os outros.

Fonte: Jornal Século 21 Data: 18.03.99

Leave a comment »

Arteterapia

https://idoartkarenrobinson.files.wordpress.com/2014/05/1510795_645207112188948_53430765_n.jpg?w=470

Leave a comment »

Sushô

https://i2.wp.com/www.dimensija.lv/public/galleries/1/103/b_508.jpg

Sushô – Uma terapia de Amor

O sushô é uma arte de massagem coreana com esferas de cristais utilizada para promover o equilíbrio entre corpo-mente-alma.

Tem como objetivo trabalho o fluxo de energia do corpo em conjunto com os cinco elementos da natureza. O Sushô tem efeito relaxante, proporcionando o alívio imediato ‘as dores corriqueiras, mal estar e outros problemas que atormentam nosso dia-a-dia, desbloqueia energias estagnadas, proporcionando também com o auxílio do poder curativo dos cristais e das cores o equilíbrio emocional, corporal e mental.

A técnica empregada no Sushô busca transformar a energia cinética em energia elétrica e sutil. Os cristais usados nessa massagem atuam como vitamina energética, potencializando o efeito curativo da massagem.

No Sushô massageia-se o cliente diretamente na pele com os cristais; É um momento único, mágico no qual o terapeuta transmite toda a sua energia, todo o seu calor, todo o seu amor, através do toque de suas mãos nos cristais que irradiam e potencializam e transferem todos os efeitos maravilhosos e curativos para o corpo, mente e alma do cliente; proporcionando um equilíbrio gratificante em pouco tempo.

É dito que os cristais e pedras naturais são a manifestação mais pura da energia e da luz num plano físico. Os átomos que os compõem estão em perfeita harmonia e permitem assim a manifestação da luz em forma sólida. Está comprovado que os cristais são melhores condutores e amplificadores de energia, sendo utilizados na composição da fibra ótica, chips de computadores, fabricação de relógios/rubi, quartzo, etc., etc…

Os cristais tem vida, são parte de um todo, formado de energia pura. Tudo o que é energia é vida e tem vida. Esses seres tão especiais podem tornar-se nossos amigos imprescindíveis, ajudando nosso crescimento espiritual, nosso autoconhecimento, nossa cura física e emocional, e principalmente ensinando-nos mil formas de utilizar positivamente sua energia em coonjunto com a nossa.

Devemos aprender a nos relacionar com eles da melhor forma possível e assim estaremos ao mesmo tempo melhorando nosso relacionamento com o nosso “Eu Superior”, com nossos semelhante, com o planeta, com o Universo e com a força maior que é Deus, tudo o que É.

Através dos cristais, penetramos com mais clareza em nosso mundo anterior e do nosso semelhante.

Assim, com a associação da técnica direcionada com a utilização da energia pura dos cristais e das cores, do toque amoroso do terapeuta, o Sushô, além de arte de massagem sutil, transforma-se em uma terapia de amor.

Por Glória Mastalir

FONTE: Revista Saúde & Longevidade – Ano I – Nº2

Leave a comment »

O licenciamento ambiental flex e a expansão de monoculturas na Amazônia: uma mistura explosiva — Blog do Pedlowski

Uma das ideias mais propagadas sobre o controle do desmatamento na Amazônia tem sido a de que se pode por mediações entre o Estado, organizações ambientalistas e o latifúndio agro-exportador é possível deter o avanço da perda florestal em áreas ainda coberta por vegetação primária. Um dos exemplos desse argumento de que acordos setoriais seriam […]

via O licenciamento ambiental flex e a expansão de monoculturas na Amazônia: uma mistura explosiva — Blog do Pedlowski

Leave a comment »

Curso de Thai Yoga Massagem — Grão

Vejam que veio colaborar com as próximas turmas do curso de Thai Yoga Massagem. Calendário de 2017 quase pronto! Fiquem ligados! Gratidão ao terapeuta Arnaldo Carvalho!

via Curso de Thai Yoga Massagem — Grão

Leave a comment »

Seitai

Image result for seitai

Seitai

Entre os séculos XV e XVI, o Japão vivia momentos de política intensa. Existia o desejo de unificação de várias províncias num só governo. Muitos dos senhores feudais dessas províncias disputavam, porém, o poder a qualquer custo e, por isso, se utilizavam de métodos escusos.

Os samurais, guerreiros de elite, treinados na arte do domínio da espada e mestres em lutas corporais, também recebiam iniciações doutrinais. Em alguns casos, participavam dessas lutas. segundo o massoterapeuta Edvaldo de Oliveira da cruz, fio nessa época que surgiram as primeiras manifestações da técnica Seitai.

– Com seus movimentos (manobras de coluna e articulações) precisos e absolutos, o seitai ficou durante séculos restrito ao habitat das artes marciais e templos, o que fez com que essa técnica centenária, mesmo no Japão, não se tornasse tão popular – diz ele.

Ele lembra que, no entanto, durante a participação do Japão na 2ª Guerra Mundial, muitos oficiais foram treinados em Seitai para ingressarem nas equipes de enfermagem, para dar o atendimento em campo. Isto possibilitou uma popularização do Seitai.

– Com a vinda dos imigrantes japoneses para o Brasil, um dos referidos oficiais aqui chegou há aproximadamente 40 anos. Seu nome Mestre Ohnishi, que atendeu durante anos pessoas pessoas com problema de coluna, sempre alcançando excelentes resultados – conta.

Edvaldo acrescenta ainda que o Seitai se caracteriza por ser uma técnica centenária, com movimentos sutis e suaves, que geram a reacomodação vertebral, provocando assim um alívio de dor quase imediato.

FONTE: Jornal da EOMA (Escola Oriental de Massagem e Acupuntura)/Agosto de 1999

Leave a comment »

O Brasil ruma para se tornar um pária ambiental planetário. Vem aí o licenciamento ambiental “flex” — Blog do Pedlowski

Pois o fato é o seguinte: enquanto somos distraídos pelo súbito reconhecimento de que temos um congresso privatizado e que aprova leis de acordo com a vontade de pagar do cliente, esses mesmo congresso continua garantindo que o Brasil retroceda em todos os aspectos possíveis. No dia 28 de Abril publiquei publiquei uma postagem intitulada “Tramita […]

via O Brasil ruma para se tornar um pária ambiental planetário. Vem aí o licenciamento ambiental “flex” — Blog do Pedlowski

Leave a comment »

%d blogueiros gostam disto: