Archive for fevereiro, 2017

Anma

Image result for anma

Anma: Arte Milenar de Massagem,

Mãe de todas as técnicas conhecidas no mundo

Por André Sangez

A origem do An Ma remonta à China, há 5000 anos, durante as dinastias Zhou e Qin, à época do Imperador Amarelo.

É a técnica mais antiga praticada na Ásia, tendo influenciado o desenvolvimento de várias outras, como a massagem sueca, o shiatsu e a tui-ná.

Da China, a técnica, antes denominada An Mo, migrou para a Coréia, há cerca de 2000 anos, onde começou a ser chamada de An Ma.

Há 1700 anos, chegou ao Japão, onde obteve grande desenvolvimento, sobretudo devido ao trabalho de terapeutas cegos, que tornaram a técnica mais relaxante e confortante.

O método adotado é utilizado há mais de 300 anos, pela família de Mochizuki Sensei.

Na técnica do An Ma, o corpo é submetido a estímulos através de manobras como o deslizamento, a rotação, o amassamento, a vibração e a rolagem com o objetivo de relaxar os tendões, que por sua vez relaxarão os músculos, que soltaram os ossos. Assim, recupera-se a simetria estrutural que reflete um corpo saudável e preparado para o stress do dia-a-dia.

***

Leave a comment »

RPG/RPM

O QUE É RPG/RPM

A Reeducação Postural Global pelo reequilíbrio proprioceptivo muscular (RPG/RPM) é um método de tratamento criado na França que combate a dor e o desconforto causados por alterações posturais. Dentre seus benefícios, além do combates a dor, melhora o funcionamento do sistema respiratório e realinha a coluna, proporcionando liberdade, leveza de movimentos e uma melhor qualidade de movimentos e uma melhor qualidade de vida.

INDICAÇÕES
O RPG/RPM é indicado para pessoas de todas as idades, com problemas que afetem o sistema osteomuscular: dores na coluna, lesões por esforço repetitivo (LER), bursites, torcicolos, desvios nos pés e joelhos, enxaquecas, tendinites, hérnia de disco, entre outros. É ainda poderosa ferramenta de prevenção em processos degenerativos, tais como: artoses, reumatismos, etc.

Aplicadas em crianças e jovens, previne as conseuqüências da má postura.

O TRATAMENTO
A RPG/RPM trata o indivíduo como um todo e não só a doença. Cada pessoa tem uma maneira própria de reagir ante as agressões do ambiente (estress, traumatismos), adotando determinados padrões para fugir da dor. Tais padrões adotados resultam em vícios posturais que mais tarde causam as dores, desconfortos e doenças.

É feita uma avaliação minuciosa, one todas as alterações posturais serão conhecidas, e a partir daí, o plano de tratamento será tratado adequadamente. São utilizados alongamentos, tensionamentos, exercícios, pompagens, trações e oito posturas básicas, que permitem que a origem do problemaseja identificada e corrigida. Cada sessão dura em média 1 hora, podendo ser feita uma vez por semana ou mais, dependendo de cada caso.

ÉRIKA MACHADO é fisioterapeuta esepcialista em RPG/RPM.

Leave a comment »

Shantala: Massagem indiana para bebês

 

SHANTALA

A massagem infantil da Índia em perguntas e respostas

Por Fadynha

Related imageO que é Shantala?

A shantala, originária da Índia, nossa “grande mãe”, consiste numa técnica simples, amorosa, mas muito profunda, que sempre foi passada oralmente de mãe para filha. É um carinho com seqüência, técnica, direção, que deve ser repetido no bebê diariamente a partir do primeiro mês de idade. Suas características são o silêncio, a concentração. Eu chamo até de uma meditação, o yoga do bebê. Desenvolve outros tipos de diálogo entre a mãe e o bebê, não verbais. Com os olhos e com as mãos.

Há quanto tempo você atua como instrutora e praticante de shantala?

Eu fui a introdutora da shantala no Brasil, em 1978. São, portanto, 22 anos de muita prática. Atuando com cursos (básicos e avançados), consultas, palestras, reportagens na mídia, aos poucos a shantala foi ganhando espaço e despertando o interesse dos profissionais que trabalham com bebês.

O que motiva as pessoas a aprender shantala?

Acredito que os pais que procuram fazer shantala em seus bebês provavelmente buscam o melhor para eles, bem como vê-los relaxados, tranqüilos, dormindo bem, sem cólicas.

Qual a visão que se tem da difusão da prática da shantala no Ocidente, especialmente no Brasil?

Pessoalmente vejo que a shantala no Ocidente veio num momento extremamente importante, dando continuidade à proposta do parto e nascimento humanizados. Para muitos profissionais no Ocidente a shantala é uma técnica de estimulação, para outros uma terapia. Ela pode ser tudo isso, mas é muito mais. No Brasil, como eu sempre fui a maior divulgadora, chamo atenção para a prevenção de doenças, ao toque que traz inúmeros benefícios a nível de vinculação com a mãe.

Há diferenças entre a prática da shantala aqui e na Índia?

A coisa que mais chama atenção no aspecto cultural é que, lá, é ensinada pelas mães às filhas. Não há literatura, cursos etc. É uma técnica milenar. Aqui, eu coloquei os papais fazendo também. Não vi nada que impedisse, muito pelo contrário, é uma forma de os pais e bebês poderem se curtir mutuamente. É um momento muito especial. Também está bem aceita até nas universidades.

Por que a shantala só é recomendada a partir de um mês de nascido?

A partir de primeiro mês, o bebê já está com a pele mais preparada. Muitas vezes ela descama, troca a pele. Também o umbigo já está cicatrizado. Apesar de ser um toque carinhoso, a shantala tem um toque profundo e forte, não é superficial, faz alongamentos e trabalha a musculatura e as articulações.

Quais são os benefícios da shantala para o bebê?

Os benefícios são inúmeros, desde, como já disse, o aprimoramento do relacionamento mãe/bebê e pai/bebê, até um bom desenvolvimento psicomotor. Elimina gases, cólicas, prisão de ventre, tranqüiliza o sono, gera confiança, e por tudo isso é altamente preventiva. Raramente o bebê que recebe essa massagem diariamente vem a adoecer.

A shantala interfere na formação da personalidade do indivíduo? De que maneira?

Acredito que a shantala pode influir fazendo a criança sentir-se muito amada, plena. E quem recebe amor, provavelmente aprende a amar e retribuir isso ao seu redor. É exatamente aí que eu vejo a conexão com a forma de nascer e o que se pode esperar de mudanças no mundo. É daí que pode vir uma transformação. Serão adultos equilibrados, tranqüilos, inteligentes e que possivelmente contribuirão para a paz no mundo.

Os efeitos da massagem são imediatos?

Os efeitos são imediatos. No mesmo dia o bebê já dorme melhor, as cólicas já diminuem. Só vendo para crer. É realmente uma técnica fantástica. Atua em todos os níveis: físico, emocional, energético e espiritual.

Há contra-indicação?

Só não se deve praticar a shantala quando o bebê está muito doente ou nas crises. É preventiva, mas na hora da crise não dá para aplicar. É preciso que a criança esteja participando, concordando com a prática. Exemplo: na crise de cólica ela chora muito, se contorce. Outra contra-indicação seria para doenças de pele que impeçam o toque. Mas ela é ótima para restabelecer a saúde. Também não deve ser feita na criança com estômago vazio. Não deve estar dormindo, nem com frio.

O que é preciso para praticar?

Somente a mãe pode massagear o seu bebê? É preciso observar a melhor hora do bebê, um local tranqüilo, óleo vegetal apropriado para o frio ou calor. A mãe é realmente a pessoa mais indicada, mas o pai também pode, os familiares e numa creche até um profissional, tudo depende da necessidade e da disponibilidade das pessoas.

Sob um ponto de vista pessoal, qual é a perspectiva em relação à prática da shantala para o futuro?

A perspectiva é que a shantala ganhe cada vez mais espaço. Luto para que todas as crianças possam ser massageadas. Todas têm direito. Estamos em expansão. E aconselho aos pais que, mesmo sem conhecer a técnica, massageiem seus filhos, mesmo intuitivamente. O toque traz saúde em todos os níveis, aproxima, elimina tensões, bloqueios, e proporciona um bem estar incrí vel para os bebês.

O profissional que deseja trabalhar com a shantala deve desenvolver a sensibilidade e o respeito por esse serzinho que está esperando por esta prática. E ter a consciência de que é um privilégio, uma oportunidade de ser um canal e de passar para o bebê o que ele merece, muita paz!

FONTE: SITE VIVER NATURAL
http://www.vivernatural.com.br/terapias/shanta_oque.htm

Leave a comment »

%d blogueiros gostam disto: