Informativo Portal Verde (Março de 2008)

Mais um resgate condensado com várias interessantes notícias, informações, receitas etc. do antigo Informativo Eletrônico Portal Verde, publicado em 2008
Revista eletrônica Portal Verde Qualidade de vida!
Portal Verde – Organização dedicada à saúde e desenvolvimento humano. Ano 4 Número 3 – EDIÇÃO Março/2008
 
Meditação de acordo com o (seu) possível
Independente de sua rotina, há sempre uma possibilidade de meditar.
“Falar é fácil”, costuma dizer quem acha que para meditar é preciso horas de dedicação diária, ou mesmo estar parado e em lugar silencioso. Contudo, há uma infinidade de técnicas que tornam possível a meditação em praticamente qualquer ambiente ou lugar.Saiba mais!
 
NOTÍCIAS
1. Instituto Nobel escolhe candidatos ao prêmio da Paz 2008. O Instituto Nobel da Paz anunciou em Oslo que foram escolhidos 197 candidatos ao Prêmio Nobel da Paz 2008, 16 a mais (…). Veja a Matéria Completa
2.Conter a raiva acelera processo de cura. Um estudo conduzido por pesquisadores americanos sugere que pessoas que controlam o sentimento de raiva se recuperam mais rapidamente (…). Veja a Matéria Completa
3. Planeta terá sua primeira cidade verde. O governo de Abu Dhabi, um dos emirados que integram os Emirados Árabes Unidos, começou a construir o que diz que será a primeira (…). Veja a matéria Completa
•: Bons pra Cuca: Livros, Vídeos, Jogos e CDs :•
•: Receita Natural :•
SALADA DE ARROZ SELVAGEM COM AVELÃS
Ingredientes:
– 1 e ½ xícara de arroz selvagem
– 3 xícaras de água para deixar de molho
– 4 xícaras de água
– 1 colher de chá de sal Marinho
– 1 xícara de avelãs
– 2/3 de xícara de passas
– 1 xícara de água
– 1 xícara de suco de laranja
– Vinagrete Cítrico
– 2 bulbos pequenos de erva-doce
– 2 maçãs pequenas ou 1 grande
Modo de fazer:
Deixar de molho por ½ hora. Levar para cozinhar por 30-35 minutos. Toste as avelãs no forno 350 graus. Remova a pele e pique grosseiramente. Escalde as passas e deixe secá-las e cubra com o suco de laranja deixando de molho. Prepare o vinagrete.
Adicione as passas e a erva doce ao arroz morno e misture ao vinagrete cítrico. Um pouco antes de servir pique as maçãs e adicione com as avelãs ao arroz. 
“O MONGE E O EXECUTIVO” (de James C. Hunter): É impossível ler este livro sem sair transformado. O Monge e o Executivo é, sobretudo, uma lição sobre como se tornar uma pessoa melhor.
“EFEITO BORBOLETA “: Efeito Borboleta é um filme que enfoca, entre outras coisas, a teoria do caos. O título vem de um tradicional exemplo usado para explicá-la: “uma borboleta que bate asas na China e causa um furacão na América”. Estimulante cerebral:Sudoku é um jogo de raciocínio e lógica. Apesar de ser bastante simples, é divertido e viciante. Basta completar cada linha, coluna e quadrado 3×3 com números de 1 a 9. Não há nenhum tipo de matemática envolvida.



Frase para Pensar:
“O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos.” 
Eleanor Roosevel
 
ONG a Fora
A “MEU SONHO NÃO TEM FIM” é sinônimo de perseverança, amor ao próximo, determinação e responsabilidade social.
image
Meu Sonho Não Tem Fim

Copyright © 2013 ONG Meu sonho não tem fim – Todos os direitos reservados. Powered by 2 SYS
Preview by Yahoo
Expediente
Informativo PORTAL VERDE é o informativo virtual da ONG Portal Verde, com sede em Niterói, Rio de Janeiro, Brasil. Telefone para contato: (21) 9246-5999 ou E-mail: faleconosco@portalverde.com.br

Informativos de 2008

Fruto do resgate a velhas informações e textos publicados pelo antigo site Portal Verde, segue mais um informativo interessante. (Portal Verde) Avatar do blog atual
Revista eletrônica Portal Verde Qualidade de vida!
Portal Verde – Organização dedicada à saúde e desenvolvimento humano. Ano 4 Número 2 – 2008
 
NOTÍCIAS
1. Criada a vacina definitiva contra a gripe. Uma vacina que tem o potencial de oferecer proteção permanente contra todas as formas do vírus da gripe obteve bons resultados em recentes testes com humanos (…).Veja a Matéria Completa
2. Latino-americanos são os mais otimistas para 2008. Os latino-americanos são os mais otimistas sobre o próximo ano, segundo indica uma pesquisa do grupo Gallup International Association (…). Veja a Matéria Completa
3. Ano de 2008 terá temperatura mais amena.O ano de 2008 terá uma temperatura média mundial mais baixa que em 2007, embora ainda deva ficar entre os dez anos mais quentes da história (…). Veja a matéria Completa
•: Pergunte ao Terapeuta :•

DOR DE CABEÇA
“Sofro de dores de cabeça há mais de 20 anos, e não há remédio que dê jeito. Há tratamento natural para enxaquecas e dores de cabeça?
Zulmira de Castro, Santo André, SP”
R – Sim, muitos, e oferecem excelentes resultados. Contudo, a naturopatia e demais correntes que lidam com a saúde natural jamais tratam as dores de cabeça e enxaqueca simplesmente tentando brecar a dor. A idéia é descobrir a origem, geralmente não única mas múltipla, e atuar diretamente na(s) causa(s). Stress, desequilíbrios hormonais, medicamentos, alimentação contaminada e muitos outros agentes podem estar sendo combinados por muitos anos, e a dor de cabeça é apenas mais um dos diversos sinais que o corpo poderá vir lhe apresentar.
Aplicações de argila, reeducação alimentar e períodos de desintoxicação, bem como a acupuntura, estão entre as armas para tratar o mal.
Arnaldo V. Carvalho é naturopata e ministra cursos por todo o país e também no exterior. Contato: arnaldovc@portalverde.com.br
•: Frases para pensar :•
“Estar cheio de vida é respirar profundamente, mover-se livremente e sentir com intensidade.” 
Alexander Lowen
 
ONG a Fora: 
Promove a cidadania para a população socialmente excluída, por meio da educação e da geração de trabalho e renda, e do apoio a ações de combate à fome e à miséria.
Moradia e Cidadania

A ONG Moradia e Cidadania desenvolve e apoia projetos e ações próprias ou em parceria, intermediando recursos financeiros,para viabilizar soluções de m…
Preview by Yahoo
 
•: Bons pra Cuca: Livros, Vídeos, Jogos e CDs :•
•: Receita Natural :•
COALHADA
Ingredientes:
– 3 litro(s) de leite
– 3 colher(es) (sopa) de iogurte desnatado
Modo de fazer:
Coalhada Fresca: 
Ferva o leite. Depois, desligue o fogo e deixe-o descansar até atingir a temperatura entre 52 e 54ºC. Junte o coalho e misture bem (com uma concha vá jogando a mistura de cima para baixo, para aerar bem). Tampe a panela e cubra com um pano, para abafar bem. Deixe-a descansar por cerca de 4 a 6 horas. Em seguida, leve à geladeira por cerca de 3 horas. Sirva com mel, açúcar ou a gosto.
Coalhada Seca: 
Coloque a coalhada fresca (sem ir à geladeira) dentro de um saco de algodão com tramas bem fechadas (sobre uma bacia). Pendure o saco de uma maneira que o soro possa escorrer (ainda sobre a bacia). Deixe escorrer de um dia para o outro. Após esse tempo, a coalhada estará pronta para ser servida.
“DEIXA SAIR” (de Sonia Hirsch): Para quem quer se desintoxicar, perder peso, liberar tensões, normalizar o intestino e melhorar a vida em todos os sentidos. “GENIO INDOMÁVEL”: Matt Damon e Ben Affleck falam sobre a condição humana com rara sabedoria e sensibilidade no belo roteiro Gênio indomável. Indicado para 9 Oscars. Imperdível. Estimulante cerebral: Eric Solomon é físico, matemático e engenheiro de software.. E no cria pequenos jogos gratuitos em java, onde a lógica é exercitada ao extremo. clique aqui para acessar os jogos!

Informativo Portal Verde – Janeiro de 2008

Foi preciso remover a formatação da época, para que os leitores pudesse ler integralmente os conteúdos. Já excluídas propagandas, agenda da época, etc. Desfrutem do antigo Informativo Portal Verde! Avatar do blog atual

Informe eletrônico Portal Verde Qualidade de vida!
Portal Verde – Organização dedicada à saúde e desenvolvimento humano. Ano 3 Número 10 – EDIÇÃO Janeiro/2008
Editorial
Use o filtro solar. As pessoas do futuro se arrependerão de muitas coisas, que no agora estão presenciando. Como você se vê no futuro? Como se vê olhando para trás? Ah, sim, você olhará… Então, faça de seu presente a jóia rara que acabou de ganhar, mais uma vez, assim que os olhos se abriram para um novo dia! Aproveite para mudar tudo, o ano está apenas começando!
Notícias
1. Calor humano aquecerá prédio na Suécia. O calor gerado pelas milhares de pessoas que passam todos os dias pela estação central de trens de Estocolmo servirá de calefação para um novo edifício situado perto dali, anunciou o responsável pelo projeto (…). Veja a Matéria Completa

2. Terapia pode amenizar autismo. Um estudo realizado por cientistas americanos em camundongos sugere que uma correção genética pode aliviar os sintomas da Síndrome do X Frágil, que causa dificuldade de aprendizado e é considerada uma das principais causas do autismo (…). Veja a Matéria Completa

 


3. Gosto por legumes e frutas vem desde o feto. Os bebês podem se acostumar a comer frutas e legumes mesmo antes de nascer, com a ajuda das mães, segundo uma pesquisa publicada na revista americana Pediatrics (…). Veja a matéria Completa

 

Receita Natural

PASTA DE BROTO DE GRÃO DE BICO

Ingredientes:

– 2 xícaras de brotos de grão de bico;
– 1 dente de alho;
– 1 colher de sopa de azeite de oliva extra-virgem;
– ½ xícara de água;
– 1 colher de sopa de suco do limão;
– Sal marinho, shoyo, óregano e cominho, etc…

Modo de fazer:

Bater todos os ingredientes no liqüidificador.

Para uma boa digestão, sempre:

– Escolha corretamente os alimentos;
– Mastigue corretamente o alimento, pois aumenta a área de contato entre as enzimas digestivas e as partículas dos alimentos; 70% dos carboidratos contidos nos alimentos são digeridos na boca através da ptialina, enzima presente na saliva;
– Evite tomar líquidos durante as refeições, pois estes diluem as enzimas digestivas interferindo na digestão do alimento;
– Evite sobremesas pois causam distúrbios digestivos, propiciando as fermentações;
– Evite comer em demasia, pois isso sobrecarrega os órgãos do aparelho digestivo;
– Observe a combinação dos alimentos;
– Pratique exercícios físicos; e
– Alimente-se tranqüilo, com sentimento de gratidão.

Bom pra Cuca

“DEIXA SAIR” (de Sonia Hirsch)

Para quem quer se desintoxicar, perder peso, liberar tensões, normalizar o intestino e melhorar a vida em todos os sentidos. www.circulosaude.com.br

Frase pra Pensar

“Muitas vezes lamentaríamos se nossos desejos fossem atendidos.” (Esopo)

Pergunte ao Terapeuta

LUPUS

Gostaria de obter informações sobre esta doença e se existe um tratamento ou cura para esta doença utilizando a Naturopatia?
(
S. Fraga, via Internet)

R – Como todas as doenças auto-imunes, o cliente com lupus reage bem à dieta do tipo sanguíneo e nutrição ortomolecular, ao consumo de cogumelos do sol, e a acupuntura e aromaterapia. Vencer uma doença é conhece-la, principalmente sua verdadeira origem. A naturopatia fala de tratar-se por métodos naturais, e desenvolver o autoconhecimento é um de seus papéis.

Atenciosamente,
Arnaldo V. Carvalho – Naturopata

Pesquisa comprova efeitos do transgênico e agrotóxico

Pela primeira vez na história foi realizado um estudo completo e de longo prazo para avaliar o efeito que um transgênico e um agrotóxico podem provocar sobre a saúde pública. Os resultados são alarmantes.
O transgênico testado foi o milho NK603, tolerante à aplicação do herbicida Roundup (característica presente em mais de 80% dos transgênicos alimentícios plantados no mundo), e o agrotóxico avaliado foi o próprio Roundup, o herbicida mais utilizado no planeta ? ambos de propriedade da Monsanto. O milho em questão foi autorizado no Brasil em 2008 e está amplamente disseminado nas lavouras e alimentos industrializados, e o Roundup é também largamente utilizado em lavouras brasileiras, sobretudo as transgênicas.
O estudo foi realizado ao longo de 2 anos com 200 ratos de laboratório, nos quais foram avaliados mais de 100 parâmetros. Eles foram alimentados de três maneiras distintas: apenas com milho NK603, com milho NK603 tratado com Roundup e com milho não modificado geneticamente tratado com Roundup. As doses de milho transgênico (a partir de 11%) e de glifosato (0,1 ppb na água) utilizadas na dieta dos animais foram equivalentes àquelas a que está exposta a população norte-americana em sua alimentação cotidiana.
Os resultados revelam uma mortalidade mais alta e frequente quando se consome esses dois produtos, com efeitos hormonais não lineares e relacionados ao sexo. As fêmeas desenvolveram numerosos e significantes tumores mamários, além de problemas hipofisários e renais. Os machos morreram, em sua maioria, de graves deficiências crônicas hepato-renais.
O estudo, realizado pela equipe do professor Gilles-Eric Séralini, da Universidade de Caen, na França, foi publicado ontem (19/09) em uma das mais importantes revistas científicas internacionais de toxicologia alimentar, aFood and Chemical Toxicology.
Segundo reportagem da AFP, Séralini afirmou que “O primeiro rato macho alimentado com OGM morreu um ano antes do rato indicador (que não se alimentou com OGM), enquanto a primeira fêmea, oito meses antes. No 17º mês foram observados cinco vezes mais machos mortos alimentados com 11% de milho (OGM)”, explica o cientista. Os tumores aparecem nos machos até 600 dias antes de surgirem nos ratos indicadores (na pele e nos rins). No caso das fêmeas (tumores nas glândulas mamárias), aparecem, em média, 94 dias antes naquelas alimentadas com transgênicos.
O artigo da Food and Chemical Toxicology mostra imagens de ratos com tumores maiores do que bolas de pingue-pongue. As fotos também podem ser vistas em algumas das reportagens citadas ao final deste texto.
Séralini também explicou à AFP que “Com uma pequena dose de Roundup, que corresponde à quantidade que se pode encontrar na Bretanha (norte da França) durante a época em que se espalha este produto, são observados 2,5 vezes mais tumores mamários do que é normal”.
De acordo com Séralini, os efeitos do milho NK603 só haviam sido analisados até agora em períodos de até três meses. No Brasil, a CTNBio (Comissão Técnica Nacional de Biossegurança) autoriza o plantio, a comercialização e o consumo de produtos transgênicos com base em estudos de curto prazo, apresentados pelas próprias empresas demandantes do registro.
O pesquisador informou ainda que esta é a primeira vez que o herbicida Roundup foi analisado em longo prazo. Até agora, somente seu princípio ativo (sem seus coadjuvantes) havia sido analisado durante mais de seis meses.
Um dado importante sobre esse estudo é que os pesquisadores trabalharam quase que na clandestinidade. Temendo a reação das empresas multinacionais sementeiras, suas mensagens eram criptografadas e não se falava ao telefone sobre o assunto. As sementes de milho, que são patenteadas, foram adquiridas através de uma escola agrícola canadense, plantadas, e o milho colhido foi então ?importado? pelo porto francês de Le Havre para a fabricação dos croquetes que seriam servidos aos ratos.
A história e os resultados desse experimento foram descritos em um livro, de autoria do próprio Séralini, que será publicado na França em 26 de setembro sob o título ?Tous Cobayes !? (Todos Cobaias!). Simultaneamente, será lançado um documentário, adaptado a partir do livro e dirigido por Jean-Paul Jaud.
Esse estudo coloca um fim à dúvida sobre os riscos que os alimentos transgênicos representam para a saúde da população e revela, de forma chocante, a frouxidão das agências sanitárias e de biossegurança em várias partes do mundo responsáveis pela avaliação e autorização desses produtos.
Com informações de:
EXCLUSIF. Oui, les OGM sont des poisons ! ? Le Novel Observateur, 19/09/2012.
AFP, 19/09/2012.
Referência do artigo:
“Long term toxicity of a Roundup herbicide and a Roundup-tolerant genetically modified maize”. Food and Chemical Toxicology, Séralini G.E. et al. 2012. http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0278691512005637
FONTE: Contribuição por e-mail, com links verificados por nós e artigo original encontrado corretamente.

Transgênicos eram motivo de medo há poucos anos atrás

Em nossos arquivos encontramos um alerta que denotava a preocupação pelos trangênicos. Imprensa refletia a preocupação governamental, de ambientalistas e do povo. Não demorou muito, com o apoio do governo eles entraram com tudo no mercado, a agricultura industrial coronelada pela Monsanto ganha pedaços de fortuna por vassalagem a essa Rainha de Copas, que corta cabeças artrópodas e ameaça a agricultura orgânica, familiar, e verdadeiramente sustentável, em seus sentidos mais amplos e profundos.

Recordar e entristecer que até aqui, o Brasil só perdeu. (Arnaldo V. Carvalho)

 

CONTRABANDO DE MILHO
 
O ministério da agricultura anunciou em janeiro o resultado de análise de laboratório com 41 amostras de milho no rio grande do sul folhas, espigas e grãos.
 
Uma delas apresentou resultado positivo para transgenia, com índice de 0,43%.
 
A amostra foi coletada numa casa comercial da região de santo Ângelo e destinava-se à alimentação animal.
O ministério determinou a suspensão da venda do produto.
 
 
A Superintendência Federal de Agricultura apurava denúncia de plantio ilegal de milho geneticamente modificado, informa a agência gaúcha Carta maior.
 
Plantio e venda de milho transgênico não são autorizados no país e o infrator está sujeito à prisão de até dois anos, além de multa. Em novembro, análise de Cotegipe indicara o milho RR GA21, da Monsanto, largamente utilizado na Argentina.
 
Repete-se portanto o padrão da introdução ilegal no Brasil de soja transgênica : virou fato consumado.
 
Mas o risco de contaminação é maior agora: o milho, ao contrário da soja, tem polinização aberta e cruzada e pode se propagar por até nove quilômetros com insetos, pássaros ou correntes de vento. Nos países onde o plantio de milho transgênico foi aprovado, há áreas de refúgio como forma de proteção. O plantio anárquico põe em risco avicultura e a suinocultura gaúchas: os países importantes exigem status de produto livre de transgênico. Preocupados, 21 frigoríficos da Associação Gaúcha de Avicultura decidiram bancar testes de transgenia do milho que fornecem aos animais.
 
Mas, como no caso da soja, a questão parece irreversível. A Monsanto desenvolve pesquisas com milho transgênico em Uberlândia (MG) e a CTNbio analisará, a partir deste fevereiro, dois pedidos pela aprovação do milho Guardian e Roundup Ready.

Desvendados efeitos a longo prazo de agrotóxico e transgênicos

Pela primeira vez na história foi realizado um estudo completo e de longo prazo para avaliar o efeito que um transgênico e um agrotóxico podem provocar sobre a saúde pública. Os resultados são alarmantes.
O transgênico testado foi o milho NK603, tolerante à aplicação do herbicida Roundup (característica presente em mais de 80% dos transgênicos alimentícios plantados no mundo), e o agrotóxico avaliado foi o próprio Roundup, o herbicida mais utilizado no planeta ? ambos de propriedade da Monsanto. O milho em questão foi autorizado no Brasil em 2008 e está amplamente disseminado nas lavouras e alimentos industrializados, e o Roundup é também largamente utilizado em lavouras brasileiras, sobretudo as transgênicas.
O estudo foi realizado ao longo de 2 anos com 200 ratos de laboratório, nos quais foram avaliados mais de 100 parâmetros. Eles foram alimentados de três maneiras distintas: apenas com milho NK603, com milho NK603 tratado com Roundup e com milho não modificado geneticamente tratado com Roundup. As doses de milho transgênico (a partir de 11%) e de glifosato (0,1 ppb na água) utilizadas na dieta dos animais foram equivalentes àquelas a que está exposta a população norte-americana em sua alimentação cotidiana.
Os resultados revelam uma mortalidade mais alta e frequente quando se consome esses dois produtos, com efeitos hormonais não lineares e relacionados ao sexo. As fêmeas desenvolveram numerosos e significantes tumores mamários, além de problemas hipofisários e renais. Os machos morreram, em sua maioria, de graves deficiências crônicas hepato-renais.
O estudo, realizado pela equipe do professor Gilles-Eric Séralini, da Universidade de Caen, na França, foi publicado ontem (19/09) em uma das mais importantes revistas científicas internacionais de toxicologia alimentar, aFood and Chemical Toxicology.
Segundo reportagem da AFP, Séralini afirmou que “O primeiro rato macho alimentado com OGM morreu um ano antes do rato indicador (que não se alimentou com OGM), enquanto a primeira fêmea, oito meses antes. No 17º mês foram observados cinco vezes mais machos mortos alimentados com 11% de milho (OGM)”, explica o cientista. Os tumores aparecem nos machos até 600 dias antes de surgirem nos ratos indicadores (na pele e nos rins). No caso das fêmeas (tumores nas glândulas mamárias), aparecem, em média, 94 dias antes naquelas alimentadas com transgênicos.
O artigo da Food and Chemical Toxicology mostra imagens de ratos com tumores maiores do que bolas de pingue-pongue. As fotos também podem ser vistas em algumas das reportagens citadas ao final deste texto.
Séralini também explicou à AFP que “Com uma pequena dose de Roundup, que corresponde à quantidade que se pode encontrar na Bretanha (norte da França) durante a época em que se espalha este produto, são observados 2,5 vezes mais tumores mamários do que é normal”.
De acordo com Séralini, os efeitos do milho NK603 só haviam sido analisados até agora em períodos de até três meses. No Brasil, a CTNBio (Comissão Técnica Nacional de Biossegurança) autoriza o plantio, a comercialização e o consumo de produtos transgênicos com base em estudos de curto prazo, apresentados pelas próprias empresas demandantes do registro.
O pesquisador informou ainda que esta é a primeira vez que o herbicida Roundup foi analisado em longo prazo. Até agora, somente seu princípio ativo (sem seus coadjuvantes) havia sido analisado durante mais de seis meses.
Um dado importante sobre esse estudo é que os pesquisadores trabalharam quase que na clandestinidade. Temendo a reação das empresas multinacionais sementeiras, suas mensagens eram criptografadas e não se falava ao telefone sobre o assunto. As sementes de milho, que são patenteadas, foram adquiridas através de uma escola agrícola canadense, plantadas, e o milho colhido foi então ?importado? pelo porto francês de Le Havre para a fabricação dos croquetes que seriam servidos aos ratos.
A história e os resultados desse experimento foram descritos em um livro, de autoria do próprio Séralini, que será publicado na França em 26 de setembro sob o título ?Tous Cobayes !? (Todos Cobaias!). Simultaneamente, será lançado um documentário, adaptado a partir do livro e dirigido por Jean-Paul Jaud.
Esse estudo coloca um fim à dúvida sobre os riscos que os alimentos transgênicos representam para a saúde da população e revela, de forma chocante, a frouxidão das agências sanitárias e de biossegurança em várias partes do mundo responsáveis pela avaliação e autorização desses produtos.
Com informações de:
EXCLUSIF. Oui, les OGM sont des poisons ! ? Le Novel Observateur, 19/09/2012.
AFP, 19/09/2012.
Referência do artigo:
“Long term toxicity of a Roundup herbicide and a Roundup-tolerant genetically modified maize”. Food and Chemical Toxicology, Séralini G.E. et al. 2012. http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0278691512005637
FONTE: Contribuição por e-mail, com links verificados por nós e artigo original encontrado corretamente.

Água de beber camarada!

Empresas investem em máquinas capazes de produzir água potável a partir da umidade do ar!

Por Arnaldo V. Carvalho*

Por que não se pensou nisso antes? Estão surgindo no mundo inteiro geradores de água, eficientes, simples e garantindo água pura e barata. A fonte é a própria umidade do ar.

“Sem qualquer sinal de vegetação, o solo do deserto é muito seco. Mas o ar contém água, e os cientistas descobriram um jeito de obter água potável da umidade do ar. O sistema é baseado em energia completamente renovável e é autonomo. (…) Mesmo em locais extremamente secos, como o deserto de Negev em Israel, a umidade média do ar é de 64%, ou seja, em cada metro cúbico de ar há 11,5 milímetros de água”. É assim que o informativo ScienceDaily começou em junho 2009 sua matéria sobre o tema.

Deixo aqui alguns exemplos dessas máquinas que infelizmente tornam-se um futuro inevitável mesmo em países ricos nisso como o Brasil, que a cada ano parece sofrer mais com a crescente desertificação de seu solo, especialmente no bioma do cerrado (que responde a maior parte do território brasileiro).

Como funcionam:

1) Primeiro elas puxam o ar através de um filtro eletrostático que já remove 93% de particulas que estiverem no mesmo.

2) A unidade de condensação recebe esse ar úmido limpo e condensa o vamor da água em líquido.

EcoloBlue 263) Como a máquina coleta a água, ela vai para um compartimento especial onde passa por luz ultravioleta, em aplicação de aproximadamente 30 minutos. Isso mata 90% dos germes e bactérias na água.

4) A água então é enviada a um sistema de filtros; primeiro ela passa por uma tela de sedimentos e em seguida por dois filtros de carvão ativado de 1 micron, que remove mais de 90% de qualquer elemento químico orgânico volátil que ainda possa estar na água.

5) Finalmente a água é filtrada por uma membrana de ultrafiltragem, com poros de 0.15 microns, para remover virtualmente todas as bactérias e vírus comuns.

A água então é passada para o tanque reservatório.

Do tanque ela ainda é reciclada a cada 30 minutos, retornando ao ultravioleta e novamente para o tanque reservatório.

Provê água limpa e segura 24 horas por dia.

Air2Water - drinking water

Air2Water

The AWS™ Technology:

 

 

Fontes de pesquisa

http://www.sciencedaily.com/releases/2009/06/090605091856.htm

http://www.aws-h2o.com/

http://www.planetswater.com/

http://www.atlantissolar.com/fwater.html

http://waterpureinternational.com/

http://www.watair.com/

http://www.pacificconservation.net/atmospheric-water-generator.html

http://www.ecosmartinc.com/catwsave20.php

http://www.atmosphericwatertechnologies.com/

http://www.youtube.com/watch?v=nlQYjikINlQ&feature=player_embedded

http://www.techlider.com.br/2012/04/dispositivo-torna-potavel-a-agua-de-ar-condicionado/

http://www.profpc.com.br/%C3%81gua/Tipos%20de%20%C3%A1gua/Tipos_de_%C3%A1gua.htm

http://www.water-gen.com/product-water-treatment-environmental.html

http://www.air2water.biz/compare-water-purification-systems.html

http://en.wikipedia.org/wiki/Atmospheric_water_generator

http://www.elementfour.com/products-0

http://www.ecoloblue.com/

 

*Arnaldo V. Carvalho, naturopata, pesquisador da Vida humana e suas relações com a Vida da Terra. 

Marcha Mundial contra a Monsanto também no Rio de Janeiro.

O próximo sábado dia 25 de Maio está sendo organizado mundialmente a Marcha Mundial contra a Monsanto.

Sabemos que a referida empresa é responsável nos últimos 40 anos pela degradação do meio ambiente e comprometimento com a saúde da população mundial.

Aqui no Rio realizaremos um ato na saída do Metrô de Botafogo, esquinas das Ruas São Clemente e Muniz Barreto repudiando as suas ações.

Neste manifesto informaremos aos cidadãos o quanto de seus malefícios contra a população brasileira. 

Contamos com sua presença e apoio na divulgação de uma causa que é de interesse coletivo.

Nos encontramos lá.

Renato Martelleto

 

LOCAL : SAÍDA DO METRÔ DE BOTAFOGO

DATA : 25 DE MAIO DE 2013

HORÁRIO : 9HS

ENDEREÇO : RUA SÃO CLEMENTE ESQUINA COM RUA MUNIZ BARRETO 

 

Fora Monsanto !!!

 Quando o assunto é degradação do meio ambiente e comprometimento com a saúde da população mundial só existe um nome : Monsanto. 

Como podemos conviver e admitir uma relação com quem arruína nossa riqueza natural e deixa uma promessa de doenças para as futuras gerações ?

São 40 anos desta empresa multinacional americana colaborando com a destruição de nossas vidas.

Se diz em prol do desenvolvimento da agricultura, da melhoria da qualidade de vida dos produtores e do bem-estar do povo brasileiro.

Porém, em sua triste e obscura história consta á fabricação de herbicidas utilizados na guerra do Vietnã, o desenvolvimento dos alimentos transgênicos e o monopólio de sementes.

Muitos moradores próximos as suas fábricas e diversos funcionários já foram vitimas de contaminação de seus produtos.

Sua atuação global mostra o quanto de seus malefícios para a Mãe Terra.

Na Índia 95% das sementes de algodão são controladas pela empresa, que possui contratos de licenciamento com 60 empresas.

Na União Européia 36% dos  tomate e 32% dos pimentões são patenteados por ela.

 Nos Estados Unidos, fornece cerca de um terço das sementes de milho e nove de cada dez campos de soja são cultivados com a tecnologia Roundup Ready.

O Brasil é hoje o segundo maior semeador de transgênicos do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos, ocupando 70 milhões de hectares  de  produção em nosso país.

Não foi por acaso que no dia 25 de maio está sendo organizado a Marcha Global contra a Monsanto.  Por que contestar uma empresa que alega que os transgênicos são mais produtivos e vão acabar com a fome do mundo?

Simplesmente por ela não ser verdadeira. Em seu currículo de malfeitorias em prol do planeta podemos destacar recente pesquisa que comprova incidência  de câncer e morte em ratos alimentados com transgênicos. Como podemos acreditar em um alimento modificado geneticamente, também conhecido como “Frankstein” ?

A natureza é sabia e nos fornece alimentos de forma natural e sem cobranças.  

As doenças provocadas com seus venenos diabólicos não são instantâneos e sim gradativos, ou seja, os sintomas aparecem ao longo da vida.

Sabemos que esses tipos de empresas estão sempre aliadas a influências governamentais que facilitam sua legalidade em cada país de atuação.

Em nosso país a fiscalização dos alimentos transgênicos é pura fantasia, onde no mínimo, a identificação nos rótulos das embalagens deveriam existir ou pelo menos serem fáceis de identificação com a letra “T”.

    Enquanto não temos uma política séria de saúde pública temos que usar as nossas iniciativas.

Evite consumir alimentos que contenham em sua matéria prima soja, milho e batata.

Esses três são os maiores recordistas em produção transgênica no Brasil.

É importante também sabermos algumas marcas que costumam usar transgênicos em seus produtos:

Cheetos, Dona Benta, Elma Chips, Fandangos, Liza, Maizena,  Quaker, Soya e Yoki.

Pior do que a Monsanto, só mesmo a Monsanto.

Renato Martelleto

“Podem morrer as pessoas, mas nunca suas idéias.” (Ernesto Che Guevara)

TRANSGÊNICO, A NOVIDADE IGNORADA

Nunca este artigo foi tão atual. Recebemos o mesmo no e-mail do Portal Verde em 2006. E agora, o governo brasileiro autorizou quase que completamente. Já não se encontra qualquer produto que contenha milho sem que o mesmo seja transgênico. E para a soja, já não há quase opção. Estamos investindo em repetir os erros das nações mais ricas, acreditando na lógica infantil de que “se eles seguiram por esse caminho e são ricos, então vou seguir também e terei resultados semelhantes”. Triste. (Arnaldo V. Carvalho, 2013)

 

 Burocraticamente ou quase, a folha, o Estado e o Valor deram hoje[12/1/06] o press-release da organização americana Serviço Internacional para a Aquisição de Aplicação em Agrobiotecnologia (Issaa, na sigla em inglês) com os mais recentes números sobre o cultivo de transgênico do mundo.

A Folha e o Estado destacaram já no título que o Brasil passou de quarto para o terceiro produtor de plantas geneticamente modificadas (de 5 milhões de hectares semeados em 2004 para 9,4 milhões no ano passado). É um aumento de 88%, conforme ressaltou o Valor. As maiores culturas transgênica estão nos Estados Unidos e na Argentina.

Mas, enquanto o Estado abre a sua matéria informando que a área plantada com variedades trnasgênicas.

  • nos 21 países que praticam a agricultura de base biotecnológica – aumentou 11%, o Valor preferiu chamar a atenção desde o título,para fato de que indica uma desaceleração no setor 2004, a expansão tinha sido de 20%.

As lavouras transgênica cobrem 3 milhões de hectares , ou

3% da agricultura mundial. Aderiram aos transgênicos em 2005 a frança, o Irã, Portugal e a República Checa.

O relatório do Isaaa é o tipo de informação que cai no colo das redações, cada uma trabalhando menos ou mais a matéria- prima recebida. O que os jornais não fizeram,aproveitando o gancho, foi dar uma passeada pela internet para ver se seria possível enriquecer a história com eventuais outras novidades no pedaço.

Tivessem tomado essa providência elementar, teriam um prato cheio a oferecer ao público pagante, partindo do fato de que o único transgênico legalmente plantado no Brasil-e que teve o tal aumento de 88%-é a soja.

Isso porque acaba de ser divulgado o resultado perturbador de um estudo conduzido sobre efeitos da soja GM pela doutora Erina Ermakova, da Academia Russa de Ciências. O caso está contado no site www.rssl.com, especializado em questões alimentares.

O estudo verificou que ratos recém-nascidos de mães alimentadas com soja geneticamente modificada estavam cinco vezes mais propensos a morrer nas três primeiras semanas de vida do que os ratos cujas as mães consumiram soja convencional. Além disso 36%dos primeiros nasceram pesando muito menos do que os outros, entre os quais apenas 6% abaixo estavam do peso.

O site que deu a noticia ontem [11/1/06] acrescenta que a pesquisa faz de uma série de investigações recentes cujas descobertas revivem as preocupações com as segurança dos alimentos GM.

No domingo passado [8/1/06], por exemplo, o Independent de Londres informou que, segundo estudo italiano, a soja GM afeta o fígado e o pâncreas de ratos informou também que dados da própria Monsanto, megaempresa de sementes transgênicas, revelam que ratos submetidos a uma dieta rica em milho GM têm rins menores e mais hemácias (células de sangue) do que os outros- indícios de dano ao seu sistema imunológico.

Comentando a pesquisa russa, a Monsanto retrucou que ¨a maioria esmagadora dos estudos científicos independentes, publicadas e avaliados por outros cientistas, demonstra que a soja transgênica Roundup Ready pode ser consumida com segurança por ratos e por todas as demais espécies animais estudadas¨.

Quando é que a mídia nacional vai abocanhar o assunto?

O uso do azeite de oliva e as lipoproteínas

As lipoproteínas ricas em triacilglicerol fazem parte das VLDL,
conhecida como “mau colesterol”. Para a síntese desta substância
é necessária a presença de uma proteína denominada de Apo-B100,
que por sua vez tem recebido muita atenção dos pesquisadores em
doenças cardiovasculares, aliás eles recomendam o controle da
taxas desta proteína. Tem sido observado que pessoas com níveis
normais de colesterol total e HDL podem ter elevadas taxas de
Apo-B100 e apresentam maior risco para as doenças
cardiovasculares.

Os pesquisadores deste estudos avaliaram o efeito de uma refeição
rica em azeite de oliva virgem na composição das lipoproteínas
ricas em triacilgliceróis. Para isso, eles estudaram 8 indivíduos
saudáveis e mediram as apo-B100 logo após a refeição e durante as
7 horas seguintes. Os resultados mostraram que o azeite de oliva
influencia as lipoproteínas. Foi observado que uma refeição com
menor quantidade de ácido graxo oléico (tipo de gordura
monoinsaturada do azeite) leva a uma maior concentração das
lipoproteínas.
.
O azeite de oliva na proteção de doença infecciosa

Estudos é que não faltam sobre o azeite de oliva quando o assunto
é coração. Agora temos um outro benefício. Trata-se da capacidade
deste alimento em modular funções de células do sistema imune, de
forma semelhante ao que acontece com óleos de peixe.

Ao contrário que se pensava não são os antioxidantes encontrados
no azeite de oliva os responsáveis pelo aumento da imunidade e
sim o ácido oléico, a gordura monoinsaturada do azeite. Pelo
menos, são estes os resultados obtidos nas pesquisas com dietas
ricas em ácido oléico, oriundo do azeite de oliva. Nelas é
observada a adesão de células mononucleares de sangue periférico,
processo importante nas doenças envolvendo o sistema imune.
Situação que explica o menor índice de doenças de populações com
elevado consumo de azeite de oliva.