A polêmica da sacolinha de supermercado PARTE II

Nosso colaborador ARY BON dá sequencia a pesada e importante crítica sobre a campanha contra as sacolas plásticas. Visite a primeira e construtiva matéria aqui no Portal Verde!

ENTÃO VOCÊ ACHA QUE ECONOMIZAR O SAQUINHO DE SUPERMERCADO É RELEVANTE? 

Com contas simples se percebe que há muito mais por trás disso…

ARY BON

Os arrazoados da internet (na verdade, expressões de justa indignação) como o abaixo, me encantam.

O tema das sacolinhas plásticas, então, já faz tempo que venho falando dos pseudo-ecologistas.
Esta vai no original com os erros de concordância:

Os supermercados dizem gastar R$ 200.000.000 (Duzentos Milhões) de Reais distribuindo “De Graça” 7.000.000.000 (7 Bilhões ) de Sacolinhas de plástico todo ano aos consumidores e que cada Sacolinha tinha um custo em torno de R$ 0,04 (4 Centavos) de Real.
Acontece que primeiro isso é uma grande mentira.

Os 200 milhões já estavam Embutidos nos custos do supermercado e eram pagos pelos clientes. Assim como é a luz, a limpeza e até o sorriso dos caixas. Tudo pago por você consumidor.
Os Grandes supermercados (Extra, Pão de Açúcar, Carrefour), numa compaixão inédita a favor do meio ambiente se uniram para exterminar o uso de sacolinhas de plástico que eram dadas aos clientes, tudo isso pensando apenas no meio ambiente.

Outra grande mentira.

Uma simples conta de matemática prova essa mentira. Ao invés de”œder” as sacolinhas (venda disfarçada dentro dos outros produtos) os supermercados agora irão Vender (diretamente) aos consumidores sacolinhas biodegradáveis (Mais uma mentira que falaremos depois) ao custo de R$ 0,19 (Dezenove centavos) de Real cada. 5 vezes o valor da antiga Sacolinha.
E ai que entra a mágica. 7 Bilhões de Sacolinhas ao custo de 19 centavos cada vão gerar aos supermercados um ganho anual de R$ 1.330.000.000 (UM BILHÃO E TREZENTOS E TRINTA MILHÕES ) DE REAIS POR ANO.
Mesmo que apenas METADE das pessoas que vão a supermercado comprem sacolinhas ainda serão R$ 665.000.000 (SEICENTOS E SESSENTA E CINCO MILHÕES) DE REAIS POR ANO. – 3 vezes mais do que ELES JÁ GANHAM ATUALMENTE.

Mas e as Sacolinhas Biodegradáveis?
Bem as sacolinhas são biodegradáveis apenas se elas forem corretamente condicionadas em usinas de compostagem.
Acontece que essas usinas NÃO EXISTEM, NÃO FORAM CONSTRUIDAS e talvez lá por 2014 a primeira comece a funcionar… E OLHE LÁ.

Outra GRANDE MENTIRA que os supermercados usaram para Banir as sacolinhas de plástico foi a desculpa sem vergonha que durante as chuvas, essas sacolas entupiam as bocas de lobo e provocavam enchentes. Por que?
Porque as pessoas usavam as sacolinhas para jogar lixo fora (Uê isso não era conhecido como reciclagem?)

Mas agora elas terão que comprar Sacos de lixo para esse fim, Não é?!
SÓ QUE ISSO É MELHOR AINDA PARA OS SUPERMERCADOS.
Como? Outra simples conta de matemática.
Cada pessoa que reciclava as sacolinhas de plástico usa em media três por dia para condicionar o lixo (uma no banheiro, uma na cozinha e mais uma na pia da cozinha para resto de comida).
Pois bem. Isso dá em media 90 sacolinhas por mês, usadas para jogar lixo fora (3×30=90). Os supermercados vendem o pacote com 100 sacos de lixo em media por R$ 12 (Doze) Reais.
Então durante um ano uma pessoa vai gastar 1080 sacos de lixo (12×90) e vai precisar comprar 11 pacotes de saco de lixo (11*100 = 1100) gastando R$ 132 (Cento e Trinta e dois) Reais.
Preço razoável, certo!?
ERRADO!!!

Lembra dos 7 Bilhões de Sacolinhas que os Supermercados “davam” todo ano. Se eu divido esses 7 Bilhões por 100 eles serão equivalentes a 70.000.000 (SETENTA MILHÕES ) de Pacotes de sacos de lixo com 100 unidades cada.
70 Milhões de pacotes vezes os R$ 132 por ano que cada pessoa vai precisar pagar para jogar o lixo fora vão gerar Um lucro aos Supermercados (que vão vender esses sacos de lixo) R$ 9.240.000.000 (NOVE BILHÕES E DUZENTOS E QUARENTA MILHOES) de Reais.


Ou seja, dane-se a sacolinha ecológica, eles querem mesmo é que você compre saco de lixo pois vão ganhar 7 vezes mais.
Indignado?

NÃO ADIANTA, TOME UMA ATITUDE QUE REALMENTE FARÁ A DIFERENÇA! veja o que podes fazer concretamente na nossa primeira matéria

Seja Orgânico!

SEJA ORGÂNICO!

Por Ary Bon

 

https://portalverde.files.wordpress.com/2011/03/greenrevolution.jpg?w=300

 

Economizar saquinhos de supermercado é tão eficaz para o planeta quanto uma gota de água para os oceanos.
A simpatia pela atitude tampouco ajuda na prática a melhorar a sustentabilidade. De boas intenções, … bem… paboemepabá.

A organicidade é algo que pode sim ajudar a formar um ciclo ecológico eficaz e saudável.
Todos sabemos que alimentos organicos são melhores. mas o que é essa organicidade? Na verdade é uma atitude na forma de produzir.
Organicidade envolve a forma como se recicla também.
Ela depende de informação e de atitude. (atitude sem informação só ajuda aos ditadores do mundo).

Se jogar menos saquinhos de polietileno no lixo é uma gota no conjunto de oceanos do planeta, compostar o seu lixo organico comparativamente é uma piscina olímpica. Lembre-se que descartamos todos os dias um volume de 3 a 8 kilogramas de lixo orgânico por dia por pessoa, já descontados os recicláveis. Numa cidade como São Paulo, que tem 11 milhões de habitantes (mais 8 mil na região metropolitana, totalizando 19 milhões) isto representa cerca de 150 milhões de kilogramas de lixo POR DIA!!!! Este dado confere com o fluxo diário que vai para os aterros, é a mais “pura” realidade. O ser humano mais limpinho e asseado, imagem do animal civilizado, é o porco-mor do chiqueiro planeta Terra. Somos nós.

Se VOCÊ conseguir usar o seu lixo organico para fazer composto, em um mes terá contribuído com 180 kilogramas a menos nos aterros públicos. se toda a família (média 3) contribuir passa para 540 kilogramas a menos por mes. Uma piscina é quase nada para o oceano, mas certamente é bem mais do que uma gota.

Para fazer composto, você precisa de dois tipos de lixo orgânico: o VERDE e o MARROM.  O lixo verde é rico em nitrogenio, o lixo marrom é rico em carbono.
Lixo verde é folhas, frutas, legumes, saquinhos de chá, pó de café. Lixo marrom é papel, folhas secas, galhos, serragem, fezes de animais.

O carbono é o que faz a reação de compostagem, o nitrogënico alimenta os microorganismos que decompões tudo.
A proporção de verde para marrom deve ser de 1 para 3 ou seja, uma quarta parte de verde na mistura. Se tiver quintal fica fácil, se não, pode ser necessário comprar serragem que é descarte das marcenarias). (atenção – serragem de madeira é diferente de serragem de aglomerados)
Misture tudo, se tudo for picado o processo será muito mais rápido. Picadores daqueles que se instalam em pias de cozinha são bons para isso.

Novamente, se tiver quintal um caixote de 1 metro cúbico será suficiente para fazer composto em umas 6 semanas. O que fazer: regar o conteúdo para manter úmido (não ensopado) mexer uma vez por semana com o rastelo e a pá, cobrir com saco preto. O processo de compostagem é exotérmico (vai esquentar e isso é importante).
Se não tiver quintal a composteira de tambor reciclado é uma opção, demora mais (cerca de 9 meses) para completar a compostagem. A postagem anterior sobre composteira caseira está mais abaixo.

O que NÃO jogar no composto: plantas doentes, plantas com agrotóxicos, metais, plantas com sementes.
Resíduos animais como laticínios, ossos e fezes tornarão o processo de decomposição mais lento.
Se quiser ser mais radical, faça composto organico puramente vegetal. Mande os restos animais se houverem para a fossa. O critério é do usuário. Parando de jogar lixo fora, ajudará o planeta a não ser a lixeira.
http://www.bhg.com/gardening/yard/compost/all-about-composting/?ordersrc=rdbhg842